OBatuque - Contra coronavírus, Beija-Flor produz e doa 700 máscaras de proteção para hospitais do Rio e da Baixada

Contra coronavírus, Beija-Flor produz e doa 700 máscaras de proteção para hospitais do Rio e da Baixada Destaque

Publicado em Grupo Especial
Sexta, 08 Maio 2020 15:33
Coreógrafo Marcelo Misailidis, responsável pela comissão de frente da escola de samba, lidera criação dos equipamentos Coreógrafo Marcelo Misailidis, responsável pela comissão de frente da escola de samba, lidera criação dos equipamentos Foto/Divulgação

Representando a Beija-Flor de Nilópolis, cuja comissão de frente comanda há seis anos, o coreógrafo Marcelo Misailidis, um dos mais importantes do segmento, está produzindo equipamentos de proteção individual (EPI) para profissionais da saúde do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense. Durante um mês de trabalho, com apoio financeiro da agremiação, Misailidis e sua equipe já produziram 700 unidades de protetores faciais transparentes, todos destinados ao Hospital Pedro Ernesto e a unidades hospitalares localizadas em Nilópolis. O objetivo é fortalecer a luta de médicos, enfermeiros e outros trabalhadores contra o novo coronavírus, que já infectou mais de 108 mil pessoas no Brasil.

Beija Flor de Nilópolis Divulgação 6

Misalidis tem trabalhado de casa, completamente protegido para evitar a contaminação dos materiais em produção, está feliz com os resultados da iniciativa, que conta com o apoio de voluntários do Instituto Bees of Love.

— Quando estamos na Sapucaí, tenho consciência de que o resultado do trabalho que apresentado não é só meu, mas de toda a nossa comunidade. Ela se doa de corpo e alma para aquele espetáculo incrível e emocionante. Ajudar no combate ao coronavírus é representar a luta de toda essa comunidade — afirma Misailidis, completando: — Se não fossem as restrições necessárias para restringir o contágio, a família Beija-Flor certamente estaria presencialmente unida contra o vírus. Com meu trabalho, sou um operário a serviço dessa energia transformadora de toda a escola.

Além da produção de EPIs, a Beija-Flor também abriu seu barracão na Cidade do Samba, Zona Portuária do Rio, e sua quadra no centro de Nilópolis para receber doações de mantimentos destinados a pessoas economicamente afetadas pela pandemia da Covid-19.

A escola também está promovendo transmissões ao vivo por meio das redes sociais para manter seus componentes e torcedores unidos e com a saúde mental em dia. No próximo sábado, 9, o canal da azul e branco no Youtube transmitirá, a partir de 18h, uma live com Neguinho da Beija-Flor e outros intérpretes do Grupo Especial — o objetivo principal é fortalecer a campanha por doações.

 

 

Entrevistas

Cantor e compositor Rico Medeiros: "Nossa Senhora!"

Cantor e compositor...

Por Luis Leite Nascido em Niterói, Nilzo Medeiros, popularmente conhecido como...

Luiz Carlos Bruno: “Quero voltar a trabalhar para fechar o portão com sabor de dever realizado”

Luiz Carlos Bruno:...

Por Ricardo MaiaFotos: arquivo pessoal A paixão de Luiz Carlos Bruno...

Juarez Carvalho, o Titio das baianas da Tijuca

Juarez Carvalho, o...

Por Ricardo Maia Desde 1999 na Unidos da Tijuca, Juarez Carvalho...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Carnaval pelo Brasil

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Na noite deste sábado (23), a escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, abriu as ...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper