OBatuque - Unidos do Viradouro define seu enredo para o Carnaval 2021

Unidos do Viradouro define seu enredo para o Carnaval 2021 Destaque

Publicado em Grupo Especial
Quinta, 23 Abril 2020 20:02
O anúncio do enredo foi feito ao vivo numa transmissão que aconteceu na noite desta quinta-feira, 23, através das redes sociais da Viradouro. O anúncio do enredo foi feito ao vivo numa transmissão que aconteceu na noite desta quinta-feira, 23, através das redes sociais da Viradouro.

Uma releitura do Carnaval carioca de 1919, conhecido como o maior do século passado, será o tema do próximo desfile da Unidos do Viradouro. Intitulado "Não há tristeza que possa suportar tanta alegria", o enredo de Marcus Ferreira e Tarcísio Zanon vai destacar o sentimento dos cariocas que foram às ruas naquele ano para celebrar o fim da pandemia da gripe espanhola. A inspiração dos carnavalescos surgiu a partir da leitura do livro "O carnaval da guerra e da gripe", do escritor e jornalista Ruy Castro. O título do enredo é um verso de uma marchinha cantada em 19 pelo Democráticos, uma das grandes instituições carnavalescas da época.

- Buscamos mais uma vez um tema inédito e vamos abordar como a sociedade carioca soube se desvencilhar da tristeza do ano de 1918. A cidade viveu o carnaval de 19 como se fosse o último. Foi uma grande festa. Historicamente, revelaremos dados e contribuições esquecidas das grandes instituições carnavalescas da época - revela Marcus.

Tarcísio Zanon destaca o sentimento de esperança como um dos principais trunfos do enredo.

- Em tempos atuais, nosso olhar se voltou para um momento histórico que evocasse a esperança aos brasileiros. Aquele carnaval foi uma virada de página para a sociedade carioca. Vamos reviver a euforia nostálgica de um povo que sabe como ninguém transformar a tristeza em alegria - revela Tarcísio.

O presidente Marcelinho Calil ressalta a importância cultural do tema escolhido.

- Normalmente, a escola anuncia o enredo no Dia de São Jorge e resolvemos manter isso. A escolha do tema se deu principalmente pelo conteúdo cultural, que é muito forte, com muito embasamento. E é exatamente o que estávamos buscando: aliar história à cultura. Aposto que teremos mais um desfile marcado pela emoção como o do último carnaval.

O dirigente acrescentou que o próximo desfile não é a única prioridade da escola neste momento.

- Continuamos fazendo o que está dentro no nosso alcance pra ajudar as pessoas. Vamos pensar no próximo desfile, mas sempre focados no momento atual. E de forma alguma, os integrantes da nossa equipe deixarão o isolamento e serão expostos por conta dos preparativos para o desfile – assegura Marcelinho Calil.

 

 

Entrevistas

Cantor e compositor Rico Medeiros: "Nossa Senhora!"

Cantor e compositor...

Por Luis Leite Nascido em Niterói, Nilzo Medeiros, popularmente conhecido como...

Luiz Carlos Bruno: “Quero voltar a trabalhar para fechar o portão com sabor de dever realizado”

Luiz Carlos Bruno:...

Por Ricardo MaiaFotos: arquivo pessoal A paixão de Luiz Carlos Bruno...

Juarez Carvalho, o Titio das baianas da Tijuca

Juarez Carvalho, o...

Por Ricardo Maia Desde 1999 na Unidos da Tijuca, Juarez Carvalho...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Carnaval pelo Brasil

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Na noite deste sábado (23), a escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, abriu as ...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper