OBatuque - Plenária da LIESA decide reduzir o tempo de desfile: máximo de 70 e mínimo de 60 minutos

Plenária da LIESA decide reduzir o tempo de desfile: máximo de 70 e mínimo de 60 minutos Destaque

Publicado em Grupo Especial
Sexta, 13 Setembro 2019 19:37
Plenária da LIESA decide reduzir o tempo de desfile: máximo de 70 e mínimo de 60 minutos Foto: Riotur/Divulgação

Representantes das Escolas de Samba do Grupo Especial decidiram reduzir o tempo de desfile das Agremiações no Carnaval 2020. Cada uma delas poderá se apresentar no tempo mínimo de 60 minutos e máximo de 70 minutos, cinco minutos a menos em relação aos limites mínimo e máximo fixados nos últimos anos.

Os presidentes também decidiram que o horário do início dos desfiles oficiais, no Domingo de Carnaval, 23/02, na Segunda-Feira, 24/02, e no Sábado das Campeãs, 29/02, será às 21h30 e não mais às 21h15.

Estas e outras mudanças no Regulamento de Desfiles – Carnaval 2020 foram aprovadas em reunião plenária realizada na noite desta quinta-feira, 12/09, na sede da LIESA, na Praça Mauá.

Outra decisão importante se refere ao número de Alegorias. Cada Agremiação poderá se apresentar com o mínimo de quatro (em vez de cinco) e o máximo de seis carros alegóricos, sendo que apenas um deles poderá ter acoplamento. A permissão para a apresentação, facultativa, de até três tripés (elementos cenográficos) foi mantida.

Ficou decidido também que as Escolas terão que enxugar o contingente de pessoas que desfilam com camisas. O Regulamento estabelecerá que será tolerada a presença de até 30 pessoas à frente da Agremiação e de até outras 100 pessoas, no encerramento.

Outra mudança diz respeito ao número mínimo de baianas agrupadas em uma mesma ala, que passa a ser de 60 – e não mais 70.

Também foi reduzido o número de módulos de julgamento, que serão três, em vez de quatro – o que reduzirá em uma parada na apresentação de alguns quesitos, como Comissão de Frente e Mestre-Sala e Porta-Bandeira, por exemplo. Essa mudança dará maior fluidez ao desfile. Não se trata de novidade, mas o Regulamento reforçará que as Baterias não serão obrigadas a parar diante das cabines dos julgadores.

Por fim, ficou decidido, que a partir de 2021 a divisão das verbas dos direitos de transmissão pela televisão seguirá o mesmo modelo da distribuição dos valores dos ingressos, com variações de acordo com a colocação da Escola no ano anterior.

 

 

Entrevistas

Cantor e compositor Rico Medeiros: "Nossa Senhora!"

Cantor e compositor...

Por Luis Leite Nascido em Niterói, Nilzo Medeiros, popularmente conhecido como...

Luiz Carlos Bruno: “Quero voltar a trabalhar para fechar o portão com sabor de dever realizado”

Luiz Carlos Bruno:...

Por Ricardo MaiaFotos: arquivo pessoal A paixão de Luiz Carlos Bruno...

Juarez Carvalho, o Titio das baianas da Tijuca

Juarez Carvalho, o...

Por Ricardo Maia Desde 1999 na Unidos da Tijuca, Juarez Carvalho...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Carnaval pelo Brasil

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Na noite deste sábado (23), a escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, abriu as ...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper