OBatuque - Parceria de Aluísio Machado vence a disputa no Império Serrano em clima de confusão

Parceria de Aluísio Machado vence a disputa no Império Serrano em clima de confusão Destaque

Publicado em Série A
Domingo, 08 Setembro 2019 14:01
Compositores comemoram a vitória em clima tenso Compositores comemoram a vitória em clima tenso Foto:Wili Shampoo/Divulgação

Por Luis Leite

Com a quadra lotada, a Império Serrano escolheu, na madrugada deste domingo (08), seu samba de enredo que irá apresentar na Marquês de Sapucaí em 2020.

Quase um mês de eliminatórias e 15 composições inscritas, quatro parcerias disputaram a final.

Por volta das 4h da manhã, antes de dar o resultado do samba campeão, a presidente Vera Lúcia Corrêa subiu ao palco e anunciou seu desligamento da escola, por discordar da escolha do samba, alegando ter sido voto vencido.   

O samba aclamado foi da parceria de Aluísio Machado, Lucas Donato, Senna, Matheus Machado, Luiz Henrique, Thiago Bahiano, Beto BR, Rafael Prates e Renan Diniz.

Após o anúncio do samba vencedor, o clima esquentou ainda mais na quadra da agremiação, alguns torcedores se desentenderam e brigaram por não estarem satisfeitos com o resultado da obra campeã.  Foi preciso os diretores de harmonia conter a confusão.

A verde e branca do morro da Serrinha, será a última agremiação a desfilar na sexta-feira de carnaval pela Série A e levará para a avenida o enredo “Lugar de mulher é onde ela quiser!” de autoria e desenvolvimento do carnavalesco Junior Pernambucano.

https://www.youtube.com/watch?v=3qnZxUqvFtY

Confira a letra do samba do Império Serrano:

Sou a guardiã de nossa história
Sou eu, a Tia, dona da memória
A Negra Realeza da Serrinha
Mãe Preta, do jongo, Rainha!
De pé descalço, piso forte no terreiro
Abro a roda pra mironga de jongueiro
Evoco em versos Marias guerreiras
A heroica resistência nas trincheiras!
Canto a bravura e a valentia
De mulheres que lutaram dia a dia!

Vim mostrar o meu valor!
Vovó ensinou, vovó contou
Tenho sangue de Dandara
A nobreza de Benguela!
Sou alteza da favela!

A luta não pode parar
Insistem; não vou me curvar!
Eu quero, a bem da verdade, a tal igualdade
Sonho meu que o mundo tenha mais respeito!
Sonho meu fazer valer nossos direitos
Livres da mão do algoz
Ninguém vai calar nossa voz!

Quem diz que mulher não é valente?
Imperiana, presente!
Eu sou raiz, filha desse chão
Resisto a qualquer opressão!

Sou a guardiã de nossa história Sou eu, a Tia, dona da memória A Negra Realeza da Serrinha Mãe Preta, do jongo, Rainha! De pé descalço, piso forte no terreiro Abro a roda pra mironga de jongueiro Evoco em versos Marias guerreiras A heroica resistência nas trincheiras! Canto a bravura e a valentia De mulheres que lutaram dia a dia! Vim mostrar o meu valor! Vovó ensinou, vovó contou Tenho sangue de Dandara A nobreza de Benguela! Sou alteza da favela! A luta não pode parar Insistem; não vou me curvar! "Eu quero, a bem da verdade" A tal igualdade… "Sonho meu"… Que o mundo tenha mais respeito! "Sonho meu" fazer valer nossos direitos Livres da mão do algoz Ninguém ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/carnaval/2019/colunas/anderson-baltar/2019/09/08/em-noite-conturbada-imperio-serrano-escolhe-samba-para-2020.htm?cmpid=copiaecola
Sou a guardiã de nossa história Sou eu, a Tia, dona da memória A Negra Realeza da Serrinha Mãe Preta, do jongo, Rainha! De pé descalço, piso forte no terreiro Abro a roda pra mironga de jongueiro Evoco em versos Marias guerreiras A heroica resistência nas trincheiras! Canto a bravura e a valentia De mulheres que lutaram dia a dia! Vim mostrar o meu valor! Vovó ensinou, vovó contou Tenho sangue de Dandara A nobreza de Benguela! Sou alteza da favela! A luta não pode parar Insistem; não vou me curvar! "Eu quero, a bem da verdade" A tal igualdade… "Sonho meu"… Que o mundo tenha mais respeito! "Sonho meu" fazer valer nossos direitos Livres da mão do algoz Ninguém ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/carnaval/2019/colunas/anderson-baltar/2019/09/08/em-noite-conturbada-imperio-serrano-escolhe-samba-para-2020.htm?cmpid=copiaecola
Sou a guardiã de nossa história Sou eu, a Tia, dona da memória A Negra Realeza da Serrinha Mãe Preta, do jongo, Rainha! De pé descalço, piso forte no terreiro Abro a roda pra mironga de jongueiro Evoco em versos Marias guerreiras A heroica resistência nas trincheiras! Canto a bravura e a valentia De mulheres que lutaram dia a dia! Vim mostrar o meu valor! Vovó ensinou, vovó contou Tenho sangue de Dandara A nobreza de Benguela! Sou alteza da favela! A luta não pode parar Insistem; não vou me curvar! "Eu quero, a bem da verdade" A tal igualdade… "Sonho meu"… Que o mundo tenha mais respeito! "Sonho meu" fazer valer nossos direitos Livres da mão do algoz Ninguém ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/carnaval/2019/colunas/anderson-baltar/2019/09/08/em-noite-conturbada-imperio-serrano-escolhe-samba-para-2020.htm?cmpid=copiaecola
Última modificação em Segunda, 09 Setembro 2019 18:08

Itens relacionados (por tag)

  • Amigos e familiares dão último adeus a Luizinho Drummond

    Por Luis Leite

    O sepultamento do presidente da Imperatriz Leopoldinense, Luiz Pacheco Drummond, foi realizado na manhã desta quinta-feira (2), no Cemitério de Inhaúma, Zona Norte do Rio.

    Luizinho Drummond, morreu aos 80 anos, após sofrer um AVC na última terça-feira (30).

    Mesmo com restrições por conta da pandemia do novo coronavírus, o velório reuniu amigos, familiares e integrantes da Imperatriz, além do presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Castanheira, e outros dirigentes da entidade para prestarem as últimas homenagens.

  • Luto no samba: morre Luiz Pacheco Drummond, presidente da Imperatriz

    Por Luis Leite

    Morreu na manhã desta quarta-feira (1º), aos 80 anos, vítima de um aneurisma cerebral, o presidente de honra da Imperatriz Leopoldinense, Luiz Pacheco Drummond.

    Luizinho estava internado no Hospital Copa Star, em Copacabana, Zona Sul do Rio, após sofrer um AVC na última terça-feira (30).

    O sambista assumiu o comando da escola em 1975, dando início a sua trajetória na Verde e Branco de Ramos.  Além de Sócio-Fundandor da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), também exerceu o mandato de presidente da Entidade no período de 1998 a 2001.

    As informações sobre o velório e sepultamento ainda não foram divulgadas.

    Por meio das redes sociais a Imperatriz Leopoldinense lamentou a morte do patrono. Confira:

    “1 de julho de 2020.

    Hoje, infelizmente, viemos veicular a notícia mais triste que poderíamos trazer.

    Faleceu hoje, nosso Presidente e Patrono, Luiz Pacheco Drumond.

    A tristeza invade nossos corações, ele que lutou incansavelmente por nossa escola por toda sua vida, que doou todo seu esforço em prol de uma comunidade. Se hoje a Imperatriz é uma escola grande e de destaque, devemos a ele.

    Hoje, chora todo o mundo do samba, com a perda de um dos nomes mais importantes de todo o carnaval.

    Luizinho, tenha certeza que sua presença está muito mais vida dentro de cada um de nós!

    A Imperatriz TE AMA!”


        
        
      

  • Presidente da Imperatriz Luizinho Drummond é internado após sofrer um AVC

    Por Luis Leite

    O presidente de honra da escola de samba Imperatriz Leopoldinense, Luiz Pacheco Drummond, de 80 anos, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC), nesta terça-feira (30), e o estado de saúde é considerado grave.

    Luizinho foi levado de helicóptero para o Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, onde permanece internado, após passar mal em casa.

    A agremiação usou as redes sociais para pedir orações a Luizinho Drummond:

    "Mais uma vez precisamos nos unir em corrente de oração. A Imperatriz Leopoldinense pede sua oração neste momento, independente de religião e credo. Todos juntos emanando boas energias em prol de nosso presidente Luiz Pacheco Drumond, que neste momento se encontra internado.

    Todos nós estamos em oração por ti, nosso Presidente. A fé é nossa companheira!"

     

     

     

 

 

Entrevistas

Cantor e compositor Rico Medeiros: "Nossa Senhora!"

Cantor e compositor...

Por Luis Leite Nascido em Niterói, Nilzo Medeiros, popularmente conhecido como...

Luiz Carlos Bruno: “Quero voltar a trabalhar para fechar o portão com sabor de dever realizado”

Luiz Carlos Bruno:...

Por Ricardo MaiaFotos: arquivo pessoal A paixão de Luiz Carlos Bruno...

Juarez Carvalho, o Titio das baianas da Tijuca

Juarez Carvalho, o...

Por Ricardo Maia Desde 1999 na Unidos da Tijuca, Juarez Carvalho...

Escolas Mirins

Intérpretes mirins promovem live solidária nesta segunda-feira

Intérpretes mirins promovem live solidária nesta segunda-feira

Por iniciativa de um grupo de cantores das escolas de samba mirins, a Aesm-Rio promoverá ...

Samba de Raiz

Pagode

Morre Gegê Nazaré, do grupo Razão Brasileira

Morre Gegê Nazaré, do grupo Razão Brasileira

Por Luis Leite Faleceu na última segunda-feira (15), aos 61 anos, o ex-integrante do gru...

Carnaval pelo Brasil

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Na noite deste sábado (23), a escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, abriu as ...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper