OBatuque - Celino Dias será o intérprete oficial do Guerreiros Tricolores

Celino Dias será o intérprete oficial do Guerreiros Tricolores Destaque

Publicado em Série E
Terça, 03 Setembro 2019 16:07
Celino Dias será o intérprete oficial do Guerreiros Tricolores Foto/Divulgação

O G. R. E.S. Guerreiros Tricolores, que desfilará no Grupo de Avaliação da Intendente Magalhães em 2020, anunciou a contratação do intérprete Celino Dias, para defender o microfone oficial da tricolor do samba. Torcedor do Fluminense e amante do samba, o intérprete iniciou sua trajetória na Lins Imperial, bairro onde nasceu.

"Tudo começou no Lins, bairro onde nasci. Minha família frequentava a Lins Imperial, onde meu pai  foi um dos fundadores. O movimento do Carnaval começou na minha casa. Em 1984, comecei a compor junto com meu tio, Tiãozinho do Salgueiro, e chegamos à final do samba. E, no mesmo ano, fui contratado como intérprete da escola. Cantei com Rico Medeiros, meu ídolo na época. Cantei de 1985 até 1989, onde chegamos ao título e fomos para o Grupo Especial. Em 1990, não gravei o samba mas cantei na Avenida. A escola se manteve no grupo e, no ano seguinte, defendi a Lins na Avenida. Em 1992, fui para o Império da Tijuca, onde fiquei por dois anos. Em seguida, comecei a compor em várias escolas e passei a defender os meus sambas. Foi uma grande experiência já que ganhei muitas disputas de samba, além de Estandarte de Ouro. Em 2001, defendi a Tradição no enredo sobre Silvio Santos e fiquei por mais dois carnavais. Em seguida, fui para o Salgueiro, onde fiz parte do carro de som, além de presidir a ala de compositores e o Departamento Musical. Fiquei lá de 2004 até 2009. Depois fui para a Unidos da Tijuca, participando do carro de som por seis anos", declarou.

Ao receber o convite do presidente do Guerreiros Tricolores, Gian Carlos Gonçalves, para ser o intérprete oficial da escola, Celino disse que ficou emocionado e decidiu aceitar de imediato, ressaltando que é torcedor do Fluminense. Ele acrescentou que renovou com a Viradouro para o Carnaval 2020, além de participar de carnavais fora do Rio.
"Participo de um grupo onde fazemos shows pelo Brasil e no exterior. Participo do Carnaval de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, além de fazer produção de CD também. Estou na Viradouro, e já renovei com a escola para o Carnaval 2020. O que me motivou a aceitar o convite do presidente da Guerreiros Tricolores foi minha paixão pelo time do Fluminense. Vou fazer e dar o máximo de mim, para ajudar a escola a conquistar o seu primeiro titulo. Vamos nos reunir em breve para definirmos como será composto o carro de som. Estou muito feliz em participar do Guerreiros Tricolores!", salientou Celino Dias.

Última modificação em Terça, 03 Setembro 2019 16:11

 

 

Entrevistas

Cantor e compositor Rico Medeiros: "Nossa Senhora!"

Cantor e compositor...

Por Luis Leite Nascido em Niterói, Nilzo Medeiros, popularmente conhecido como...

Luiz Carlos Bruno: “Quero voltar a trabalhar para fechar o portão com sabor de dever realizado”

Luiz Carlos Bruno:...

Por Ricardo MaiaFotos: arquivo pessoal A paixão de Luiz Carlos Bruno...

Juarez Carvalho, o Titio das baianas da Tijuca

Juarez Carvalho, o...

Por Ricardo Maia Desde 1999 na Unidos da Tijuca, Juarez Carvalho...

Escolas Mirins

Intérpretes mirins promovem live solidária nesta segunda-feira

Intérpretes mirins promovem live solidária nesta segunda-feira

Por iniciativa de um grupo de cantores das escolas de samba mirins, a Aesm-Rio promoverá ...

Samba de Raiz

Pagode

Morre Gegê Nazaré, do grupo Razão Brasileira

Morre Gegê Nazaré, do grupo Razão Brasileira

Por Luis Leite Faleceu na última segunda-feira (15), aos 61 anos, o ex-integrante do gru...

Carnaval pelo Brasil

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Ex Panicat Tânia Oliveira é a nova Madrinha de Bateria da Acadêmicos do Tucuruvi

Na noite deste sábado (23), a escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, abriu as ...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper