Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

História do site

OBatuque.com: do pioneirismo ao reconhecido prestígio na valorização do sambista anônimo.

O encontro estava marcado na Rua Cerro Azul, na Ilha do Governador. A reunião decidiria o nome do veículo que começava a surgir. Os palpites foram os mais variados: surdão, tamborim, repique, caixa etc. Porém, um deles chamou a atenção do grupo formado por Daniel Duarte, David Elias, Paulo Garritano (da extinta TV Manchete) e Wellington Lopes: OBatuque.

O ano era 1998. Nas cores laranja e preto, o impresso começou a ganhar forma. A pauta estava pronta, e as matérias, as entrevistas e as notícias começavam a surgir a partir dos rascunhos e dos layouts.

Após algumas semanas, o jornal de quatro páginas nasceu. Emergiu das off-sets e foi distribuído no entorno da Marquês de Sapucaí, durante os desfiles das escolas de samba daquele ano. Chovia bastante, alguns exemplares descartados eram jogados ao chão, algumas pessoas se utilizavam do jornal para proteger suas cabeças, até mesmo com pouca atenção no conteúdo, entretanto outras tantas se mostraram surpreendidas com uma revista de linguagem, roupagem e abordagem diferentes do samba, mais usual e próxima do sambista. Um misto de frustração e satisfação pairou sobre as cabeças dos idealizadores.

O primeiro exemplar não passou do número 1. Os anos foram se passando e as tentativas em manter OBatuque impresso foram se esvaindo. A internet começava a despontar no Brasil e com ela o advento da tecnologia, sobretudo o da informática.

Porém em 2002, após outra tentativa de colocar o jornal na rua, um dos integrantes do site Samba de Raiz, à época, sugeriu ao grupo a hospedagem do jornal na web. Para a surpresa de todos, os valores não eram tão dispendiosos como se pensava. Com o nome já existia, faltava acrescentar apenas o "ponto com" e o "ponto br", os integrantes teriam somente que adaptar as matérias, entrevistas e as notícias à linguagem exigida pela tecnologia cibernética. Tarefa nada fácil para quem nunca utilizou as novas ferramentas.

Pois bem, após alguns cursos de web design, pesquisa de mercado para ver os provedores mais condizentes com a realidade do grupo, no dia 17 de novembro de 2002, nasceu, enfim, o site OBatuque.com. No primeiro momento, o grupo diminuído de um integrante não teve a noção exata do que viria pela frente. Nas primeiras semanas, foi registrada uma média diária de três acessos e de fácil conhecimento para todos. Daniel, David e Wellington visitavam o site para ler o que eles mesmos publicavam.

Aos poucos, e em função de visitas às quadras das diversas escolas de samba do Estado do Rio de Janeiro, os acessos começaram a ganhar corpo, e juntamente a eles as cobranças, elogios, sugestões e críticas.

Para Daniel Duarte, um dos diretores administrativos do site, “OBatuque.com" é uma realidade. Uma realidade, que atinge metas e objetivos, que se transforma para reescrevê-las em um novo contexto, que se pauta em sólidas diretrizes éticas, que mantém a constante busca pelo profissionalismo, pela abertura de campo de experimentação para jovens jornalistas, sambistas e aficionados pelo samba mostrarem o seu valor, que constrói parcerias, como a feita com o inesquecível Robertinho do Rio e que, enfim, talvez sua maior função social, descortinar o grande palco para tentar dar luz aos verdadeiros artistas do espetáculo: Os sambistas.

Sambistas de fato e de direito

Aqueles mesmos, que até então estavam fora do alcance das câmeras fotográficas e filmadoras dos renomados veículos de comunicação do carnaval carioca. Trazer à tona, pioneiramente, diante aos novos rumos da cobertura digital, os artistas das escolas do acesso em seus desfiles pela Intendente Magalhães, premiá-los com o Troféu Destaques do Carnaval (exclusivo para os grupos de acesso), dar as lentes do site para exaltar a beleza das passistas de diversas escolas através do Book do OBatuque, realizar entrevistas com personalidades como Edeor de Paula, Aroldo Melodia, Jacir Tupy, Franco Latarri, José Carlos Rêgo (padrinho do site), Fernando Pamplona, entre tantos outros, são satisfações imensuráveis e que valeram cada sacrifício feito por integrantes dessa equipe, assim como o de cada colaborador, que ao longo dos anos, ao seu modo, somou a essa difícil empreitada”.

De acordo com Wellington Lopes, também diretor administrativo, o site se tornou um “filho” e um “veículo referencial”, apesar de um início despretensioso:

“De imediato, não tive a noção da repercussão que chegaria a publicação na internet, em 2002. Era um veículo sem muitas pretensões. Não tinha como mensurar até que ponto o site influenciaria os visitantes. O empreendimento ficou sério demais, e a partir daí não houve mais como encará-lo de forma amadora. Os internautas começaram a participar, elogiar, reclamar, sugerir, e isso fez com que OBatuque.com passasse de um site comum a um veículo de comunicação de fato, e sobretudo, uma referência. Tanto que, recebemos vários pedidos de autorização para a utilização de nossas matérias e entrevistas em monografias, impressos e até mesmo em outros veículos. Além disso, procuramos estender na página outras linhas de comunicação como OBatuqueTV, a Rádio OBatuque, a promoção Intérprete de Bamba – parceria formada com o radialista João Estevam, da 94-FM – entre outras ferramentas de interatividade. Tenho muito orgulho disso, especialmente pela linha editorial inserida na página pelo jornalista David Elias. Ele foi de fundamental importância para que OBatuque.com virasse uma das referências no meio do samba”.

OBatuque.com completou, no dia 17 de novembro de 2012, 10 anos de existência e agradece a todos que participaram dessa história, especialmente os internautas, que alimentam o site de motivação e energia para prosseguir nessa caminhada.

Alguns agradecimentos especiais se fazem necessários:

• aos nossos familiares que compreendem, além das horas a fio na tela do computador, mas também as noitadas nas quadras das escolas de samba;
• a todas as escolas de samba, especialmente a Unidos da Tijuca e Beija-Flor, que abriram as portas para as primeiras matérias;
• à Riotur e à Liesa pela oportunidade inicial de cobrir a Marquês de Sapucaí no primeiro ano do site;
• a todos os entrevistados, que confidenciaram assuntos relacionados às suas vidas;
• às assessorias de imprensa que nutrem a página de informação;aos amigos da imprensa, como Sérgio Professor, o saudoso Edson Jorge, Miro Ribeiro, Marcus Batucada, Lucia Mello, Regina Veloso, Regina Passaes, Daysy King, Eugênio Leal, Aydano Motta e Barbara Alejandra;
• à galera do Samba@Net;
• à galera do Tamborim Sensação;
• a cada passista que posou sua beleza com as suas fantasias para o Book do OBatuque;
• aos sites coirmãos Galeria do Samba, Papo de Samba, Tudo de Samba, Carnavalesco, o Dia na Folia, Esquina do Samba, Tititi do Samba, Academia do Samba, Carnaval do Rio, Apoteose, Samba Rio e tantos outros;
• ao Claudio Cruz, do Botequim Vaca Atolada;
• à AESCRJ (Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro), por toda liberdade que deu ao site para fazer as coberturas na Intendente Magalhães, passando pelas gestões de Walter Teixeira, Zezinho Orelha e o atual presidente, Moisés Fernandes;
• e a todos que colaboraram e continuam colaborando: Cássia Valadão, Cássia Novelli, Jéferson Pedro, Diego Mendes, Ricardo Delezcluze, Hilton Barbieri, Marcão, Xoquito, Janaína, Vinícius Natal, Tania de Paula, Bráulio Malheiro, o saudoso Heliton Andrade, Wellington Nunes, Vander Gevu, Renato Rocha, Aline Brown, Wellington Jorge entre outros.

Pedimos desculpas por alguns nomes que foram esquecidos, porém isso não desqualifica a importância que a pessoa tem para o site.

Muito obrigado!
Equipe OBatuque.com

QUEM SOMOS

Criação:
Wellington Lopes

Diretores responsáveis:
Daniel Duarte e Wellington Lopes

Editores:
David Télio Duarte e Daniel Duarte

Revisão:
Wellington Lopes

Padrinho:
José Carlos Rêgo (em memória)

Enquete

O que achou do novo site?
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
Votos totais:
Primeiro voto:
Último voto:

 

 

Entrevistas

Felipe Lima deixa o Dendê e assume a voz do Amarelinho

Felipe Lima deixa...

Por Daniel DuarteFoto: presidente Marquinhos e Felipe Lima/arquivo pessoal Após...

Marcus Vinícius desabafa: “A Alegria da Zona Sul merece respeito”

Marcus Vinícius desabafa:...

Por Wellington Lopes Foto: arquivo pessoal/por Val DiOlyvera Após a...

Lá vem a Pioneira sob a batuta do mestre China

Lá vem a...

Por Wellington LopesFoto: Alexandre Lourenço Ele nasceu José Roberto Monteiro Bitar,...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

O batuque do SambaKetu contagia o Rio

O batuque do SambaKetu contagia o Rio

Rio de Janeiro, 25 de março de 2017 Por Wellington LopesFoto: Thiago Santos H&aa...

Pagode

Solange Pellegrini lança seu primeiro CD

Solange Pellegrini lança seu primeiro CD

Foto: divulgação Elegância, carisma, ternura e suavidade s&a...

Blocos

Carnaval pelo Brasil

Timbalada comemora lançamento do CD das escolas de Corumbá

Timbalada comemora lançamento do CD das escolas de Corumbá

Grandes nomes do carnaval carioca participaram da produção Por Marta Almei...

 

Extras

fotos

propaganda yes

JoomShaper