Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

Felipe Lima deixa o Dendê e assume a voz do Amarelinho

Publicado em Entrevistas
Segunda, 20 Março 2017 12:01

Por Daniel Duarte
Foto: presidente Marquinhos e Felipe Lima/arquivo pessoal

 

Após conquistar o terceiro lugar da Série E, com 169, 4 pontos, e retornar à Série D no Carnaval de 2018, o Corações Unidos do Amarelinho reforça seu carro de som e acaba de anunciar a contratação do jovem intérprete Felipe Lima. 

Após defender neste último carnaval a Acadêmicos do Dendê, ele terá a missão de ser a voz oficial da amarelo e azul do bairro de Irajá.

Além de ter passagem como intérprete oficial da Acadêmicos do Dendê, em 2017, e Favo de Acari, em 2014, o cantor de apoio da Caprichosos de Pilares e Império da Tijuca, 2015 e 2016, será pela terceira vez, em 2018, intérprete oficial de uma escola de samba.

Felipe Lima será apresentado à comunidade no próximo evento da agremiação previsto já para o mês de abril.

OBatuque.com conversou com Felipe para saber sobre a sua expectativa em defender a Corações Unidos do Amarelinho no próximo ano e sobre os trabalhos que ele realiza como vocalista ao longo do ano.

OBatuque.com - Felipe, como foi ser a voz oficial do Acadêmicos do Dendê em 2017?
Felipe Lima
- Foi uma excelente experiência. A escola me deu uma total liberdade de trabalho e também tem uma grande comunidade muito unida e muito dedicada ser intérprete oficial de lá nesse último carnaval foi um privilégio em ter mais uma grande escola no meu currículo

OBatuque.com - Além do Dendê você também cantou em outras escolas nesse carnaval. Como foi essa experiência?
Felipe Lima
- Na verdade, além de cantor oficial do Dendê , eu iria vir como apoio em uma dá Série A, duas da Série B e uma da Série E, mas por regulamento e por falta de tempo e ensaios tive que optar em continuar o trabalho no Dendê e vir em mais uma de apoio na Série B, que foi o Unidos do Jacarezinho, como apoio do meu grande amigo Ailton santos. Foi uma grande experiência e sempre muito bom trabalhar ao lado de amigos.

OBatuque.com - Mais além de trabalhar como intérprete nas escolas de samba você também usa seus dons de cantor em outras atividades?
Felipe Lima
– Claro! O importante é não ficar parado! Faço back vocal, gravo, faço locução etc.

OBatuque.com - São participações em jingles, festas, eventos, campanhas...? Dá para salvar o orçamento ao longo do ano?
Felipe Lima
– Ajuda, sim, claro! Como todo o trabalho, têm épocas boas e ruins.

OBatuque.com - E quais seus planos para 2018? Como você recebeu o convite para ser a principal voz dá Corações Unidos do Amarelinho?
Felipe Lima
- Quando tive a triste notícia do rebaixamento do meu querido Acadêmicos do Dendê , eu tive três convites, porém o do Amarelinho foi a única escola em que já tenho amigos trabalhando nela, e como eu sempre digo que nesse mundo temos que andar unidos, pra mim foi o melhor e tenho certeza que tomei a decisão correta

OBatuque.com - Então, já que novas portas se abrem e as anteriores permanecem abertas, deixe sua mensagem para a comunidades dessas duas belas escolas, o Dendê e a Corações Unidos.
Felipe Lima
- Ao Acadêmicos do Dendê: muito obrigado pela oportunidade ao meu eterno amigo presidente Fabiano e toda comunidade. Com certeza absoluta de que o Dendê não merece estar no grupo que está, mas agora é levantar a cabeça e trabalhar muito para o próximo carnaval. Ao Corações Unidos do Amarelinho: obrigado presidente Marquinho pela confiança e tenho a certeza que faremos um belíssimo desfile já pensando na biclassificação, se Deus quiser.

Felipe Lima deixa o Dendê e assume a voz do Amarelinho

Publicado em Últimas Notícias 1
Segunda, 20 Março 2017 15:01

Por Daniel Duarte
Foto: presidente Marquinhos e Felipe Lima/arquivo pessoal

 

Após conquistar o terceiro lugar da Série E, com 169, 4 pontos, e retornar à Série D no Carnaval de 2018, o Corações Unidos do Amarelinho reforça seu carro de som e acaba de anunciar a contratação do jovem intérprete Felipe Lima. 

Após defender neste último carnaval a Acadêmicos do Dendê, ele terá a missão de ser a voz oficial da amarelo e azul do bairro de Irajá.

Além de ter passagem como intérprete oficial da Acadêmicos do Dendê, em 2017, e Favo de Acari, em 2014, o cantor de apoio da Caprichosos de Pilares e Império da Tijuca, 2015 e 2016, será pela terceira vez, em 2018, intérprete oficial de uma escola de samba.

Felipe Lima será apresentado à comunidade no próximo evento da agremiação previsto já para o mês de abril.

OBatuque.com conversou com Felipe para saber sobre a sua expectativa em defender a Corações Unidos do Amarelinho no próximo ano e sobre os trabalhos que ele realiza como vocalista ao longo do ano.

OBatuque.com - Felipe, como foi ser a voz oficial do Acadêmicos do Dendê em 2017?
Felipe Lima
- Foi uma excelente experiência. A escola me deu uma total liberdade de trabalho e também tem uma grande comunidade muito unida e muito dedicada ser intérprete oficial de lá nesse último carnaval foi um privilégio em ter mais uma grande escola no meu currículo

OBatuque.com - Além do Dendê você também cantou em outras escolas nesse carnaval. Como foi essa experiência?
Felipe Lima
- Na verdade, além de cantor oficial do Dendê , eu iria vir como apoio em uma dá Série A, duas da Série B e uma da Série E, mas por regulamento e por falta de tempo e ensaios tive que optar em continuar o trabalho no Dendê e vir em mais uma de apoio na Série B, que foi o Unidos do Jacarezinho, como apoio do meu grande amigo Ailton santos. Foi uma grande experiência e sempre muito bom trabalhar ao lado de amigos.

OBatuque.com - Mais além de trabalhar como intérprete nas escolas de samba você também usa seus dons de cantor em outras atividades?
Felipe Lima
– Claro! O importante é não ficar parado! Faço back vocal, gravo, faço locução etc.

OBatuque.com - São participações em jingles, festas, eventos, campanhas...? Dá para salvar o orçamento ao longo do ano?
Felipe Lima
– Ajuda, sim, claro! Como todo o trabalho, têm épocas boas e ruins.

OBatuque.com - E quais seus planos para 2018? Como você recebeu o convite para ser a principal voz dá Corações Unidos do Amarelinho?
Felipe Lima
- Quando tive a triste notícia do rebaixamento do meu querido Acadêmicos do Dendê , eu tive três convites, porém o do Amarelinho foi a única escola em que já tenho amigos trabalhando nela, e como eu sempre digo que nesse mundo temos que andar unidos, pra mim foi o melhor e tenho certeza que tomei a decisão correta

OBatuque.com - Então, já que novas portas se abrem e as anteriores permanecem abertas, deixe sua mensagem para a comunidades dessas duas belas escolas, o Dendê e a Corações Unidos.
Felipe Lima
- Ao Acadêmicos do Dendê: muito obrigado pela oportunidade ao meu eterno amigo presidente Fabiano e toda comunidade. Com certeza absoluta de que o Dendê não merece estar no grupo que está, mas agora é levantar a cabeça e trabalhar muito para o próximo carnaval. Ao Corações Unidos do Amarelinho: obrigado presidente Marquinho pela confiança e tenho a certeza que faremos um belíssimo desfile já pensando na biclassificação, se Deus quiser.

 

 

Entrevistas

Zezinho Martinez: “As escolas juntas seriam muito mais fortes”

Zezinho Martinez: “As...

Por Vander Fructuoso O presidente da Liga das Escolas de Samba...

Marcelinho Emoção explica a venda de 13 alas comerciais na Vila

Marcelinho Emoção explica...

Por Ricardo MaiaFoto: Eduardo Hollanda Nos últimos anos, as escolas...

Ciganerey: do Engenho da Rainha para a Estação Primeira

Ciganerey: do Engenho...

Equipe OBatuque.comFotos: Marcelo Moura O nome de batismo é Paulo...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Blocos

Carnaval pelo Brasil

 

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper