Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

Acadêmicos do Tucuruvi realiza primeiro ensaio técnico

Publicado em Carnaval Pelo Brasil
Segunda, 16 Janeiro 2017 22:16

Foto: Renato Cipriano

Na noite do último domingo 15, a escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi realizou o seu primeiro ensaio técnico rumo ao Carnaval 2017, no Sambódromo do Anhembi.

O intérprete da escola, Alex Soares, foi o responsável em convocar a comunidade para que realizassem com bastante garra o ensaio, enquanto que o mestre Guma Sena comandava os ritmistas da 'Bateria do Zaca' , dando o ritmo para a galera presente.

A agremiação da Cantareira, como é carinhosamente conhecida, foi a primeira da noite a realizar a simulação do desfile, onde levou um grande contingente de componentes, que chegaram com bexigas, muitas cores e determinação para fazerem bonito na passarela.

Com o enredo homenageando os artistas urbanos, a escola contou com participação de alas coreografadas que trouxeram um pouco da arte de rua para o ensaio, contendo entre elas danças no gênero musical hip hop. Entre as surpresas guardadas apena para o desfile oficial, a escola levou o seu tripé da comissão de frente, deixando o público na curiosidade com o que os bailarinos estavam encenando e interagindo com o elemento cênico.

A apresentadora Daniela Albuquerque, que está estreando como Rainha de Bateria, chegou ao ensaio utilizando um vestido em franjas, todo bordado em missangas e com o samba de enredo na ponta da língua. A beldade que anteriormente havia desfilado por dois anos pela escola Grande Rio no carnaval carioca, sempre a frente de um dos carros alegóricos como Musa, não esconde a ansiedade para a sua estreia no carnaval paulistano, onde vem participando com frequência dos ensaios da escola.

Outro ponto forte do ensaio da escola, foi o grande número de musas que a agremiação levou para o Sambódromo, que abrilhantaram com sua beleza e muito samba no pé.

No carnaval deste ano, a agremiação será a 6ª escola a desfilar na sexta-feira de carnaval, sendo a primeira noite dos desfiles do Grupo Especial. A Tucuruvi levará para o Sambódromo do Anhembi uma grande homenagem aos artistas de rua, com o enredo "Eu sou a arte: Meu palco é a rua", o qual é assinado pelo carnavalesco Wagner Santos.

Última modificação em Quarta, 18 Janeiro 2017 09:31

Itens relacionados (por tag)

  • Tucuruvi anuncia André Oliveira como coreógrafo da Comissão de Frente

    Foto: Renato Cipriano

    A escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, continua de vento em popa nos trabalhos rumo a 2019. Após anunciar a renovação do contrato do mestre Guma Sena, que segue para o seu quinto ano consecutivo no comando da Bateria do Zaca, e as contratações do carnavalesco Dione Leite e do intérprete oficial Leonardo Bessa, agora chegou a vez de anunciarmos mais um integrante fundamental em nossa família, o coreógrafo da Comissão de Frente.

    Trata-se de André Oliveira, que é profissional de educação física, ator e dançarino, sendo pós graduado em dança e consciência corporal, professor de danças urbanas e ritmos, além de professor de ginástica acrobática na rede pública de ensino e particular. Atualmente André está em cartaz com o musical infantil "O casamento da dona Baratinha".

    - Gratidão à minha família Tucuruvi! Depois de 5 anos de muita alegria e inesquecíveis carnavais ao lado da minha comunidade que me acolheu de braços abertos desde o primeiro dia, ser agraciado com essa responsabilidade só me faz crer que não houve sacrifícios e sim amor, pois tudo que fazemos com amor encontramos êxito. A dança me levou para a Tucuruvi e a mesma hoje me deu essa oportunidade que prometo honrar e trazer à nossa escola muitas conquistas – disse André.

  • Estácio promove ciclo de palestras em homenagem aos 90 anos da escola

    Por Marta Almeida

    A primeira escola de samba do Brasil, a Estácio de Sá, está comemorando 90 anos de existência. Pensando nessa data tão importante, o Departamento Cultural da vermelho e branco promove um ciclo de palestras para contar essa história, que acontecerá uma vez por mês, a partir do dia 10 de maio, próxima quarta-feira, na quadra da escola.
    Uma série de encontros, com mesas redondas, com o intuito de relembrar tantos momentos vividos pela agremiação. O tema da primeira roda será as escolas que deram origem ao berço do samba, que contará com nomes de peso, como Adilson Almeida, herdeiro de seu Bacural, um dos fundadores da Unidos de São Carlos e oriundo da Vê se Pode, com recordações fascinantes dos antigos desfiles.
    O encontro terá início às 20h e é aberto ao público e um convite aos componentes da agremiação, pesquisadores e sambistas, que queiram se aprofundar na história viva do samba e da própria Estácio de Sá.
    A mediação será feita por Yuri Eiras, estudante de jornalismo e um dos integrantes do departamento cultural da escola, e as atividades irão até agosto.
    A quadra da Estácio fica na Avenida Salvador de Sá, 206, Cidade Nova, Rio de Janeiro.

     


    Blog da Martinha

     

     

  • Estácio promove ciclo de palestras em homenagem aos 90 anos da escola

    Por Marta Almeida

    A primeira escola de samba do Brasil, a Estácio de Sá, está comemorando 90 anos de existência. Pensando nessa data tão importante, o Departamento Cultural da vermelho e branco promove um ciclo de palestras para contar essa história, que acontecerá uma vez por mês, a partir do dia 10 de maio, próxima quarta-feira, na quadra da escola.


    Uma série de encontros, com mesas redondas, com o intuito de relembrar tantos momentos vividos pela agremiação. O tema da primeira roda será as escolas que deram origem ao berço do samba, que contará com nomes de peso, como Adilson Almeida, herdeiro de seu Bacural, um dos fundadores da Unidos de São Carlos e oriundo da Vê se Pode, com recordações fascinantes dos antigos desfiles.


    O encontro terá início às 20h e é aberto ao público e um convite aos componentes da agremiação, pesquisadores e sambistas, que queiram se aprofundar na história viva do samba e da própria Estácio de Sá.


    A mediação será feita por Yuri Eiras, estudante de jornalismo e um dos integrantes do departamento cultural da escola, e as atividades irão até agosto.


    A quadra da Estácio fica na Avenida Salvador de Sá, 206, Cidade Nova, Rio de Janeiro.

     



    Blog da Martinha

     

     

Deixe um comentário

 

 

Entrevistas

Zezinho Martinez: “As escolas juntas seriam muito mais fortes”

Zezinho Martinez: “As...

Por Vander Fructuoso O presidente da Liga das Escolas de Samba...

Marcelinho Emoção explica a venda de 13 alas comerciais na Vila

Marcelinho Emoção explica...

Por Ricardo MaiaFoto: Eduardo Hollanda Nos últimos anos, as escolas...

Ciganerey: do Engenho da Rainha para a Estação Primeira

Ciganerey: do Engenho...

Equipe OBatuque.comFotos: Marcelo Moura O nome de batismo é Paulo...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Blocos

Carnaval pelo Brasil

 

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper