Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

Mestre Claudinho segue na Alegria da Zona Sul em 2020 Destaque

Publicado em Série B
Domingo, 15 Setembro 2019 00:10
Mestre Claudinho segue na Alegria da Zona Sul em 2020 Foto:Marcelo O'Reilly/Divulgação

Visando o próximo carnaval, a vermelha e branca da zona sul da cidade do Rio de Janeiro começa a dar seus passos para um grande desfile no grupo B do carnaval carioca. Assim, com o desejo de fazer um belo desfile em quaisquer esferas de divisão da folia, tendo o carnaval para todos. Alegria é feita de garra. Alegria é feita de amor. Alegria é feita por pessoas. É sobre esses afetos que o presidente Marcus Vinicius Almeida faz o anuncio de que a prata da casa, Claudinho Tuiuti, continua na escola como mestre de Bateria.

Conhecido por ser uma figura ímpar, de personalidade forte e crescendo no berço de bamba, pois, não é para qualquer um ser filho de ritmista e sobrinho de dois grandes mestres de bateria (in memória) – Gargalhada e Paulinho Gaguinho, nas co-irmãs Imperatriz Leopoldinense e Unidos da Tijuca. Sua trajetória começou ainda criança ao participar de algumas baterias perante toda influência familiar, dando início, ali, para sua aptidão pelos instrumentos musicais que encantam mundo afora e aflorando o desejo em ser um profissional da área.

Tendo em seu histórico, diretor de bateria nas Agremiações Paraíso do Tuiuti (1994 a 2001 e 2007 a 2008), Lins Imperial (2005 a 2006 e 2015), Em Cima da Hora (2013 a 2014) e Unidos de Bangu (2015), sempre se aprimorando, também, começou a exercer a função de comandar por geral uma bateria nos anos de 2003 a 2004 e 2015 no Tuiuti (escola que já dava seus passos) e chegando na Alegria da Zona Sul de 2010 a 2012 e de 2016 até o presente momento, estando renovado para 2020.

Sobretudo, foi na Alegria que o mestre Claudinho se consagrou com constante evolução a cada ano em sua carreira e tendo uma bateria coesa às diretrizes do seu engajamento de ritmo, é o que explica: "Nossa bateria tem como referência o ritmo, buscando sempre um andamento confortável e sustentável para escola no desfile. Sou grato com todos os ritmistas que tem compreensão e comprometimento com o trabalho proposto em conjunto com minha jovem diretoria de bateria. Pela Alegria, só tenho respeito, gratidão, amor, carinho e hoje ela é minha escola do coração. Muito obrigado ao presidente pela confiança dada a mim mais uma vez." Comenta o mestre.

Em 2020, a escola desfilará pelo grupo B, sobe comando da LIVRES, que em breve terá seu sorteio para ordem dos desfiles.

Deixe um comentário

 

 

Entrevistas

Luiz Carlos Bruno: “Quero voltar a trabalhar para fechar o portão com sabor de dever realizado”

Luiz Carlos Bruno:...

Por Ricardo MaiaFotos: arquivo pessoal A paixão de Luiz Carlos Bruno...

Juarez Carvalho, o Titio das baianas da Tijuca

Juarez Carvalho, o...

Por Ricardo Maia Desde 1999 na Unidos da Tijuca, Juarez Carvalho...

Zezinho Martinez: “As escolas juntas seriam muito mais fortes”

Zezinho Martinez: “As...

Por Vander Fructuoso O presidente da Liga das Escolas de Samba...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Carnaval pelo Brasil

Ex Panicat Tânia Oliveira posa para o Carnaval e fala sobre ansiedade

Ex Panicat Tânia Oliveira posa para o Carnaval e fala sobre ansiedade

Faltando exatos seis dias para o início do desfile do Carnaval Paulistano, na manh&at...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper