Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

Depois de uma excelente temporada na Europa Anderson Dionísio se prepara para o carnaval Destaque

Publicado em Grupo Especial
Quarta, 27 Fevereiro 2019 13:58
Depois de uma excelente temporada na Europa Anderson Dionísio se prepara para o carnaval Foto/Divulgação

Anderson Dionísio das Neves, ou simplesmente Dido, é carioca nato, nascido há 46 anos no agitado subúrbio de Madureira, terra do samba, de Império Serrano e Portela. Sua família morava na Estrada do Portela, mas sua criação foi toda desenvolvida na Estrada Intendente Magalhães, que nos dias atuais, é palco para os desfiles de muitas agremiações carnavalescas. Ironia do destino? Não sabemos. Até pelo fato de Anderson se apaixonar pela Mangueira. “Meus amigos me convidaram para ir ao samba da Mangueira, em 1986” – dispara Anderson.

Recentemente, entre o mês de janeiro e início do mês de fevereiro, Dido esteve em uma nova temporada, com sua arte da dança na França, Inglaterra e Alemanha. Nestes países atuou em cidades como: Paris, Bordeaux, Tours, Berlim e Londres. Workshops, seminários e aulas de dança e samba foram oferecidas aos brasileiros e amantes do samba e do carnaval, mundo afora.

Bailarino do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, passista de sua Mangueira e coreógrafo, Dido retornou ao Brasil, para viver intensamente o carnaval e se preparar para futuros trabalhos como coreógrafo de comissão de frente. Além, o moço está desenvolvendo um projeto de pesquisa de dança que envolve o samba e o balé, através do “Sambalet”, que já põem em prática na Europa.

E o projeto “Samballet” surgiu a uns 10 anos, antes mesmo de Anderson ingressar na ala de passistas da Estação Primeira de Mangueira. Tudo começou na Lapa, onde ficava localizada a Escola Estadual de Dança Maria Olenewa. E este projeto foi lhe abrindo novas portas e oportunidades de trabalho. Lecionou para a Cia Clanm de Fábio Batista, dança e teatro com base nos conceitos das matrizes africanas.

Trabalhou, nos anos de 2013 e 2014, preparando da Cia de Dança da Cachanga do Malandro, do mestre Carlos Bolacha. No mundo do samba, Anderson trabalhou preparando o mestre sala da agremiação - Flor da Mina do Andaraí. Trabalhou para alguns passistas da ala de passistas da Mangueira – com aulas de alongamento e preparação corporal. Lecionou para Renan Oliveira - segundo mestre sala da Estação Primeira de Mangueira e para Daniel Werneck da Grande Rio. Atualmente, desenvolve um trabalho de alongamento e base de ballet no projeto do mestre Manoel Dionísio.

E para quem pretende viver de dança o mais importante é acreditar nos seus sonhos. “Lute e vá em frente, mas tenha certeza do teu amor pela dança. Pois só quem ama a dança pode aguentar as dores diárias do corpo e a falta de apoio na cultura, no

Última modificação em Quarta, 27 Fevereiro 2019 14:00

Deixe um comentário

 

 

Entrevistas

Luiz Carlos Bruno: “Quero voltar a trabalhar para fechar o portão com sabor de dever realizado”

Luiz Carlos Bruno:...

Por Ricardo MaiaFotos: arquivo pessoal A paixão de Luiz Carlos Bruno...

Juarez Carvalho, o Titio das baianas da Tijuca

Juarez Carvalho, o...

Por Ricardo Maia Desde 1999 na Unidos da Tijuca, Juarez Carvalho...

Zezinho Martinez: “As escolas juntas seriam muito mais fortes”

Zezinho Martinez: “As...

Por Vander Fructuoso O presidente da Liga das Escolas de Samba...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Blocos

Carnaval pelo Brasil

Ex Panicat Tânia Oliveira posa para o Carnaval e fala sobre ansiedade

Ex Panicat Tânia Oliveira posa para o Carnaval e fala sobre ansiedade

Faltando exatos seis dias para o início do desfile do Carnaval Paulistano, na manh&at...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper