Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

O enredo da Ilha Destaque

Publicado em Artigos
Quarta, 11 Julho 2018 13:57

Por Aloisio Villar

 

No último domingo, a União da Ilha anunciou seu enredo para o Carnaval 2019. O título é "A peleja poética entre Rachel e Alencar no avarandado do céu".

Confesso que eu tinha medo do que poderia ser anunciado como enredo por vários motivos. Não vamos tapar o Sol com a peneira, a briga da União da Ilha é na segunda parte da tabela podendo beliscar desfile das campeãs como ocorreu em 2014. Sua briga é com Viradouro, Império Serrano, São Clemente e ainda o Tuiuti.

Todas essas citadas acima se mexeram. Viradouro, que subiu este ano, tendo esse ônus, vem com Paulo Barros; Império vem inovando com a música "O que é o que é", de Gonzaguinha, inovação com a qual não concordo, mas evidentemente que chamará atenção; São Clemente reedita seu samba mais famoso: "E o samba sambou"; e o Tuiuti vem de um excelente vice-campeonato e traz para 2019 a fórmula que deu certo em 2018.

E a Ilha nisso tudo? Procurava patrocínios como me disse o presidente Djalma Falcão. Entendi a procura pelas limitações financeiras da escola, mas sabemos que limitação também é o que um enredo patrocinado causa. Em uma briga em que suas concorrentes ousaram, foram criativas seria perigoso demais vir com um enredo-CEP. A Ilha teve exemplos recentes de fracassos com enredos patrocinados.

Nos últimos dias surgiu o papo sobre o estado do Ceará, até que no domingo anunciaram o enredo e veio o alívio: a direção da escola e o excelente carnavalesco Severo Luzardo foram muito felizes em fugir do lugar comum, do enredo-CEP contando uma história mais profunda, com relevância cultural.

Severo bebeu da fonte de Rosa Magalhães, que nos anos 90 conseguia tirar um quê a mais dos enredos patrocinados. O próprio Severo sempre gostou de enredos culturais. Conheci o carnavalesco em 2004, no Boi da Ilha, e fiz vários sambas sob seus enredos no Acadêmicos do Dendê, com Severo sempre conseguindo desenvolver bem seus projetos, dando relevância a eles e uma coisa importante, conseguindo fazer belos carnavais com pouco dinheiro. Conseguimos ver isso ano passado em sua estreia na Ilha, com "Nzara Ndembu".

A União da Ilha sempre veio bem com dois tipos de enredos. Quando desenvolve enredos de relevância cultural como "Lendas e festas das Iabás", "Confins de Vila Monte", "Fatumbi" e a "Viagem da Pintada Encantada" e com enredos simples e populares como "É hoje", "Festa profana", "O amanhã", "De bar em bar, Didi, um poeta" e o recente sobre brinquedos.

Contar a história do Ceará através de um encontro entre José de Alencar e Raquel de Queiroz é forte, é rico, dá muitas possibilidades no trabalho artístico e na poesia dos compositores.

Os compositores da Ilha são bons, só não têm dado muita sorte nos enredos que a escola escolhe. Ela escolheu um bom agora, está nas mãos deles.

Que as canetas venham fortes.

Twitter - @aloisiovillar

Facebook - Aloisio Villar

Deixe um comentário

 

 

Entrevistas

Zezinho Martinez: “As escolas juntas seriam muito mais fortes”

Zezinho Martinez: “As...

Por Vander Fructuoso O presidente da Liga das Escolas de Samba...

Marcelinho Emoção explica a venda de 13 alas comerciais na Vila

Marcelinho Emoção explica...

Por Ricardo MaiaFoto: Eduardo Hollanda Nos últimos anos, as escolas...

Ciganerey: do Engenho da Rainha para a Estação Primeira

Ciganerey: do Engenho...

Equipe OBatuque.comFotos: Marcelo Moura O nome de batismo é Paulo...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Blocos

Carnaval pelo Brasil

Tucuruvi anuncia André Oliveira como coreógrafo da Comissão de Frente

Tucuruvi anuncia André Oliveira como coreógrafo da Comissão de Frente

Foto: Renato Cipriano A escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, do Grupo Especial do carn...

 

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper