Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

Márcio Alexandre Pinheiro Duarte,o Pelé da Vila Isabel Destaque

Publicado em Grupo Especial
Quinta, 21 Junho 2018 22:50

Por Luis Leite

Fotos: Arquivo pessoal

Márcio Alexandre Pinheiro Duarte, de 46 anos, é advogado, mora no Centro da cidade do Rio de Janeiro, é cria do bairro de Vila Isabel e torcedor da escola de Noel.

A sua vida como ritmista começou na Alegria da Passarela do Salgueiro, em 1987, com mestre Robinho, um dos filhos de Almir Guineto. Conheceu mestre Trambique, da Vila, e se aprimorou com os outros instrumentos.

IMG 20180605 WA0100 2“Minha formação rítmica começou com um repique, com o mestre Robinho, da Alegria da Passarela do Salgueiro, em 1987. Robinho era filho de Almir Guineto, e em 1989 fui apresentado ao mestre Trambique, da Vila Isabel, que fez aprimorar nos demais instrumentos de bateria. Hoje, gosto mais do tarol, mas toco todos os instrumentos de bateria”, explicou Márcio Alexandre.

Com a evolução e a exigências das paradinhas, Márcio salienta não ser a favor das bossas, pois segundo ele, elas atrapalham o desenvolvimento do samba, no entanto aponta a paradinha da Vila, em 2006, nas mãos de mestre Mug, como uma das melhors, quando a escola se sagrou campeã daquele ano: “Avalio as (paradinhas) atuais muito longas e de pouco impacto e contribuição para o samba. Na minha humilde opinião, elas atrapalham o desenvolvimento do samba, a evolução e o espetáculo. Apesar disso, a paradinha que eu gostei aconteceu em 2006, quando fui campeão pela Vila Isabel, tocando centrador microfonado na avenida (surdo de terceira) com mestre Mug à frente da bateria, e tiramos a nota máxima. Por outro lado, destaco como desfile impecável o do mestre Wallan, da Vila Isabel, ano retrasado, em todos os aspectos rítmicos e sonoros”.

IMG 20180605 WA0101Diferentemente de boa parte dos ritmistas que já passaram por diversas escolas, Pinheiro, ao longo de vários carnavais, desfilou em poucas escolas de samba. Uma delas não poderia deixar de ser a sua escola de coração: a Vila Isabel. “Só desfilei pela minha escola de coração, a Unidos de Vila Isabel, mas já desfilei no passado a convite de grandes amigos conquistados no mundo do samba, como por exemplo Caprichosos de Pilares, do mestre Paulo Renato; Tradição, do mestre Dacopê; Arranco, do mestre Pica Pau. Atualmente só desfilo na minha Vila Isabel”, destacou Márcio.
Fã de mestre Mug, Peri, Godô, Mauro Buriti e Vermelho, Márcio faz suas orações para Jesus Cristo abençoar o seus “irmãos” da Vila para que dê tudo certo durante os preparativos que antecedem o desfile na avenida. Para o futuro, Márcio planja dar prosseguimento à sua profissão de advogado, contudo aposta na profissionalização dos ritmistas: “Meus projetos por hora estão fincados na minha profissão de advogado. Porém, entendo que a profissionalização dos ritmistas seja plausível, mediante os exaustivos ensaios de quadra e de rua, dedicação e gastos financeiros. Ao ensejo, encerro saudando todas as baterias de escolas de samba e aproveito a oportunidade para agradecer por este espaço, para expor nossas ideias no âmbito das baterias de escola de samba”.

Última modificação em Sexta, 22 Junho 2018 21:53

Itens relacionados (por tag)

  • Liesa define ordem de desfile do Grupo Especial para o carnaval 2019

    Por Luis Leite

    A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro realizou, na noite desta terça-feira (17), na Cidade do Samba, na Gamboa, Zona Portuária do Rio, o sorteio que definiu a ordem dos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial para o Carnaval de 2019.

    O evento também contou com shows do cantor Dudu Nobre, Grupo Bom Gosto e Xande de Pilares. Com participação especial de Alcione.   

    As agremiações vão desfilar nos dias 03 e 04 de março, Domingo e Segunda-Feira de Carnaval.

    Confira a ordem dos desfiles:

    Domingo, 03 de março

    1 – Império Serrano
    2 – Unidos do Viradouro
    3 – Acadêmicos do Grande Rio
    4 – Acadêmicos do Salgueiro
    5 – Beija-Flor de Nilópolis
    6 – Imperatriz Leopoldinense
    7 – Unidos da Tijuca

     

    Segunda-Feira, 04 de março

    1 – São Clemente
    2 – Unidos de Vila Isabel
    3 – Portela
    4 – União da Ilha do Governador
    5 – Paraíso do Tuiuti
    6 – Estação Primeira de Mangueira
    7 – Mocidade Independente de Padre Miguel

  • Morre Mestre Paulão

    Por Luis Leite

    Morreu nesta terça-feira (17), aos 72 anos, Paulo César Teixeira o Mestre Paulão, ex-mestre de bateria da União da Ilha do Governador. Paulão passou mal na madrugada do último sábado (14) e foi atendido no CER Evandro Freire, no bairro da Ilha. O motivo da morte ainda não foi divulgado.

    Em nota a diretoria da agremiação lamenta profundamente a perda  desse ícone do carnaval carioca, e que neste momento Deus possa confortar todos os seus familiares e amigos.

    Mestre Paulão, esteve no comando da bateria da União da Ilha durante 19 anos. Período 1985-1990 1992-1999  2003-2006 2013

    Por meio de um vídeo gravado, a ex miss Brasil, ex-rainha de bateria da União da Ilha e amiga de Paulão, Dayane Nunes, fez uma homenagem ao mestre. Confira: "Mestre Paulão, meu mestre! Um grande mestre! O mestre de bateria nos deixou, mas deixou um grande legado para União da Ilha e todos do carnaval. Um homem sério apaixonado pelo que fazia. Me ensinou muito,teve muita paciência comigo. Enquanto isso, tenho muito que agradecer ao Mestre Paulão. Vais em paz meu querido! Sabes que mora no meu coração. Nós todos aqui  ficaremos com muitas saudades. Muito obrigado por tudo! pelos teus ensinamentos, pela sua paciência, obrigada por seres União da Ilha do Governador"

    O velório acontecerá na quadra da União da Ilha,na Zona Norte do Rio, nesta terça-feira (17) ,à partir das 12h. O horário do sepultamento não foi informado.

     

  • Morre Sobrinho

    Por Luis Leite

    O mundo do samba está de luto. Morreu na noite deste sábado (14), em sua residência na Tijuca, o intérprete Sobrinho, um dos maiores puxadores de samba da história do carnaval. Fabio Crispiniano do Nascimento tinha 67 anos e faleceu em decorrência de um infarto. 

    O cantor chegou à Mangueira no início dos anos 70, levado pelo compositor Tolito para fazer parte da ala de compositores da escola, que era composta por Hélio Cabral, Jurandir, Hélio Turco, Comprido, Cartola, Pandeirinho, Nelson Cavaquinho, Carlos Cachaça e Tantinho.  Entre 1981 e 1984, foi intérprete oficial da Unidos da Tijuca tornando-se marca registrada da escola do Morro do Borel naquele período.

    Cantou ainda em outras agremiações, tais como: Império Serrano, Unidos de Bangu, Unidos de Vila Isabel, Imperatriz, Tupy de Brás de Pina, Mocidade Independente de Aparecida e Acadêmicos de Santa Cruz.

    O corpo do sambista será sepultado nesta segunda-feira (16), às 14h no Cemitério do Catumbi, na Zona Norte do Rio.

Deixe um comentário

 

 

Entrevistas

Zezinho Martinez: “As escolas juntas seriam muito mais fortes”

Zezinho Martinez: “As...

Por Vander Fructuoso O presidente da Liga das Escolas de Samba...

Marcelinho Emoção explica a venda de 13 alas comerciais na Vila

Marcelinho Emoção explica...

Por Ricardo MaiaFoto: Eduardo Hollanda Nos últimos anos, as escolas...

Ciganerey: do Engenho da Rainha para a Estação Primeira

Ciganerey: do Engenho...

Equipe OBatuque.comFotos: Marcelo Moura O nome de batismo é Paulo...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Blocos

Carnaval pelo Brasil

Tucuruvi anuncia André Oliveira como coreógrafo da Comissão de Frente

Tucuruvi anuncia André Oliveira como coreógrafo da Comissão de Frente

Foto: Renato Cipriano A escola de samba Acadêmicos do Tucuruvi, do Grupo Especial do carn...

 

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper