Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

Márcio Alexandre Pinheiro Duarte,o Pelé da Vila Isabel Destaque

Publicado em Grupo Especial
Quinta, 21 Junho 2018 22:50

Por Luis Leite

Fotos: Arquivo pessoal

Márcio Alexandre Pinheiro Duarte, de 46 anos, é advogado, mora no Centro da cidade do Rio de Janeiro, é cria do bairro de Vila Isabel e torcedor da escola de Noel.

A sua vida como ritmista começou na Alegria da Passarela do Salgueiro, em 1987, com mestre Robinho, um dos filhos de Almir Guineto. Conheceu mestre Trambique, da Vila, e se aprimorou com os outros instrumentos.

IMG 20180605 WA0100 2“Minha formação rítmica começou com um repique, com o mestre Robinho, da Alegria da Passarela do Salgueiro, em 1987. Robinho era filho de Almir Guineto, e em 1989 fui apresentado ao mestre Trambique, da Vila Isabel, que fez aprimorar nos demais instrumentos de bateria. Hoje, gosto mais do tarol, mas toco todos os instrumentos de bateria”, explicou Márcio Alexandre.

Com a evolução e a exigências das paradinhas, Márcio salienta não ser a favor das bossas, pois segundo ele, elas atrapalham o desenvolvimento do samba, no entanto aponta a paradinha da Vila, em 2006, nas mãos de mestre Mug, como uma das melhors, quando a escola se sagrou campeã daquele ano: “Avalio as (paradinhas) atuais muito longas e de pouco impacto e contribuição para o samba. Na minha humilde opinião, elas atrapalham o desenvolvimento do samba, a evolução e o espetáculo. Apesar disso, a paradinha que eu gostei aconteceu em 2006, quando fui campeão pela Vila Isabel, tocando centrador microfonado na avenida (surdo de terceira) com mestre Mug à frente da bateria, e tiramos a nota máxima. Por outro lado, destaco como desfile impecável o do mestre Wallan, da Vila Isabel, ano retrasado, em todos os aspectos rítmicos e sonoros”.

IMG 20180605 WA0101Diferentemente de boa parte dos ritmistas que já passaram por diversas escolas, Pinheiro, ao longo de vários carnavais, desfilou em poucas escolas de samba. Uma delas não poderia deixar de ser a sua escola de coração: a Vila Isabel. “Só desfilei pela minha escola de coração, a Unidos de Vila Isabel, mas já desfilei no passado a convite de grandes amigos conquistados no mundo do samba, como por exemplo Caprichosos de Pilares, do mestre Paulo Renato; Tradição, do mestre Dacopê; Arranco, do mestre Pica Pau. Atualmente só desfilo na minha Vila Isabel”, destacou Márcio.
Fã de mestre Mug, Peri, Godô, Mauro Buriti e Vermelho, Márcio faz suas orações para Jesus Cristo abençoar o seus “irmãos” da Vila para que dê tudo certo durante os preparativos que antecedem o desfile na avenida. Para o futuro, Márcio planja dar prosseguimento à sua profissão de advogado, contudo aposta na profissionalização dos ritmistas: “Meus projetos por hora estão fincados na minha profissão de advogado. Porém, entendo que a profissionalização dos ritmistas seja plausível, mediante os exaustivos ensaios de quadra e de rua, dedicação e gastos financeiros. Ao ensejo, encerro saudando todas as baterias de escolas de samba e aproveito a oportunidade para agradecer por este espaço, para expor nossas ideias no âmbito das baterias de escola de samba”.

Última modificação em Sexta, 22 Junho 2018 21:53

Itens relacionados (por tag)

  • Unidos da Tijuca realiza mais um ensaio de rua com a comunidade

    O treino na rua se tornou fundamental para as agremiações aprimorarem os seus quesitos de pista rumo ao desfile para toda escola de samba que almeja um bom resultado na Avenida. Nesse sentido, a Unidos da Tijuca realiza nesta quinta-feira, 17 de janeiro, mais um ensaio de rua rumo ao carnaval que se aproxima.

    Ciente da necessidade de treinar todos os quesitos, na rua o primordial é aprimorar o canto e a evolução da comunidade, dada a competência reconhecida da agremiação tijucana nesse quesito. O samba de 2019 é um destaque à parte, pois possui o mérito de possibilitar o canto, a dança, o ritmo da bateria, além de emocionar e embalar os componentes através da sua letra e melodia.


    O ensaio acontece atrás da quadra da agremiação na rua Via D. A concentração acontece às 20 horas na quadra da escola localizada à Avenida Francisco Bicalho nº 47 – Leopoldina.


    A Unidos da Tijuca será a última escola a desfilar no domingo de carnaval do Grupo Especial com o enredo "Cada macaco no seu galho. Ó, meu Pai, me dê o pão que eu não morro de fome" de desenvolvimento da comissão de carnaval formada por Laila, Annik Salmon, Hélcio Paim, Marcus Paulo e Fran-Sérgio.

  • Posse da mestra, coroação da rainha e protótipos marcam festa do Feitiço do Rio

    Por Luis Leite

    Fotos/Divulgação

    O Feitiço do Rio realizou um grande evento na antiga quadra da Vizinha Faladeira no último Domingo (13), que contou com grandes emoções. O evento iniciou ao som do DJ Marcão onde tocou sambas antológicos e do carnaval de 2019 para o público que chegava ao local, para logo após dar prosseguimento ao evento.

    A primeira grande atração do evento foi o lançamento dos protótipos para o desfile de 2019, que foram confeccionados pelo figurinista Isaac Neves que agora integra a equipe dos carnavalescos Daniel Sobral e Elídio Junior.Protótipos Carnavalescos e Figurinista

    Seguindo o evento teve a posse da nova Mestra da Bateria Feiticeira, a Thaís Rodrigues.  No momento da posse, emocionada, contou algumas das dificuldades e barreiras que passou até chegar a função que é predominantemente marcada pela presença masculina. No ato lhe foi entregue pelas mãos do presidente uma camisa da escola e um apito, que será utilizado no comando dos seus ritmistas.Presidente e Mestra

    Após a apresentação do segundo casal da escola, houve a posse de três novas musas, sendo a Gabi Mazzoni e a Samara Miranda oriundas da cidade de Juiz de Fora e a Simone Gabriel, a primeira Musa Plus Size da história da escola.Primeiro Casal Vinicius Jesus e Viviane OliveiraSimone Gabriel Musa Plus SizeMusas e Rainha

    Encerrando o evento dedicado as mulheres, Jéssica Guirgo foi coroada Rainha da Escola, a faixa foi entregue pela antecessora Valéria Mari, sendo coroada pela mãe e tendo o seu cetro entregue pela mestra. No seu discurso, Jessica destacou o sentimento de união presente na escola, fazendo uma dinâmica com o público presente e formando uma roda, que em seguida, pediu para o público abraçar as pessoas ao seu lado.Rainha e AntecessoraRainha coroação

    Presidida por Antônio Gonçalves, o Feitiço do Rio abre os desfiles da Série E do Carnaval Carioca com o Enredo: "Do sagrado ao profano, tem batuque na Pedra do Sal" no dia 9 de março.

  • Bateria de Mestre Washington Paz participa do primeiro ensaio de rua

    Após um pequeno recesso nos ensaios da bateria devido as festividades de final de ano. A bateria Cadência da Baixada, sob a regência do mestre Washington Paz fará, o seu primeiro ensaio de rua de 2019, na próxima quarta-feira, 16, a partir das 20h, no Centro de Belford Roxo.

    Querendo repetir o feito do ano passado quando alcançou a pontuação máxima no seu quesito e faturou alguns prêmios, o mestre quer intensificar os ensaios e fazer os ajustes das bossas e as surpresas que a Cadência apresentará na avenida.

    "A expectativa para o retorno dos ensaios é sempre a melhor. Começamos o nosso ensaio em maio. Quero chegar no dia depois do desfile e ter a sensação de dever cumprido. Temos uma equipe que trabalha incansavelmente. Os meus ritmistas são muito aplicados e sem falar nos meus diretores, que posso confiar de olhos fechados", ressalta Washington.

    A caçulinha da Baixada começa fazer o seu aquecimento a partir das 20h, na Praça Getúlio Vargas, no Centro de Belford Roxo, com a participação da comunidade e todos os segmentos da escola.

    Em 2019 a escola cantará na Marquês de Sapucaí o enredo: "O frasco do Bandoleiro" que está sendo desenvolvido pelo carnavalesco Marcus Ferreira. A tricolor da Baixada será a 6ª escola a pisar na avenida em busca do tão sonhado título.

Deixe um comentário

 

 

Entrevistas

Zezinho Martinez: “As escolas juntas seriam muito mais fortes”

Zezinho Martinez: “As...

Por Vander Fructuoso O presidente da Liga das Escolas de Samba...

Marcelinho Emoção explica a venda de 13 alas comerciais na Vila

Marcelinho Emoção explica...

Por Ricardo MaiaFoto: Eduardo Hollanda Nos últimos anos, as escolas...

Ciganerey: do Engenho da Rainha para a Estação Primeira

Ciganerey: do Engenho...

Equipe OBatuque.comFotos: Marcelo Moura O nome de batismo é Paulo...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Blocos

Carnaval pelo Brasil

Pelotas tem seu "Dia do Samba"

Pelotas tem seu "Dia do Samba"

A partir desse ano, a cidade gaúcha - Pelotas - passará a comemorar o "D...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper