Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

Ex-Panicat e Madrinha da Dragões da Real Tânia Oliveira festeja um ano de cura pós operação de câncer de tireoide Destaque

Publicado em Grupo Especial
Terça, 03 Abril 2018 21:53
Ex-Panicat e Madrinha da Dragões da Real Tânia Oliveira festeja um ano de cura pós operação de câncer de tireoide Fotos: Renato Cipriano

A ex-panicat e Madrinha da Escola de Samba Dragões da Real, Tânia Oliveira foi diagnosticada em dezembro de 2016 com câncer de tireoide, onde realizou a operação no dia 03 de abril do ano de 2017 no Hospital A.C.Camargo.

Exato um ano após o susto, na manhã desta terça-feira (03), a beldade que hoje em dia é proprietária de uma acadêmia de treinamento funcional na cidade de Jundiai onde reside, protagonizou um ensaio fotográfico para comemorar a sua cura e mostrar o quanto está feliz por ter nascido novamente e ainda fez questão de compartilhar em suas redes sociais um depoimento de agradecimento com seus seguidores e com todos que torceram por ela.

Um ano se passou! Hoje é o primeiro aniversário de uma nova Tânia... Uma nova vida! Uma vida assim, ainda meio bagunçada, esquisita, mas leve - vejamos pelo lado bom - rsrs!

Ainda tentando me reconhecer e me redescobrir em meio à tantos altos e baixos. Fatores hormonais, psicológicos e sensações confusas.

É assim mesmo, dizem... Um dia de cada vez, com a certeza de que o pior já passou e todo o resto é adaptação.


Tânia Oliveira 01A constante sensação de nó na garganta (pelo corte da cirurgia) acredito que nos dê uma angústia a mais. Aos poucos vou me acostumando com ela. A cicatriz não me importa. Não mesmo. É uma pequena marca que me traz força, me faz lembrar de ser grata a dia, e nela não tem nada que me atrapalhe esteticamente falando. É a "tatuagem" que me faz única em meio à tantas pessoas que também passaram e passarão (infelizmente) por este mesmo procedimento.


Quanta aconteceu desde a descoberta até hoje, quanta força, quanta coragem, decisões... Quanto apoio de pessoas queridas, quanta incompreensão de quem não entende e não tem empatia pelos outros. Quantos casos iguais aos meus, quanta falta de informação, quanta ajuda, compaixão e afeto... Quantas meninas me procuraram pedindo apoio por causa do mesmo problema... Tenho vontade de juntar todas vcs num abraço bem forte e dizer que sei o que sentem e que VAI FICAR TUDO BEM! Estamos juntas!❤️ Sou grata por tudo! Por todos que estiveram e estão ao meu lado. Em especial ao @accamargocancercenter, este hospital tão sensacional que com sua sensibilidade e amor, fazem tudo ficar mais "leve".

Deixe um comentário

 

 

Entrevistas

Zezinho Martinez: “As escolas juntas seriam muito mais fortes”

Zezinho Martinez: “As...

Por Vander Fructuoso O presidente da Liga das Escolas de Samba...

Marcelinho Emoção explica a venda de 13 alas comerciais na Vila

Marcelinho Emoção explica...

Por Ricardo MaiaFoto: Eduardo Hollanda Nos últimos anos, as escolas...

Ciganerey: do Engenho da Rainha para a Estação Primeira

Ciganerey: do Engenho...

Equipe OBatuque.comFotos: Marcelo Moura O nome de batismo é Paulo...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Blocos

Carnaval pelo Brasil

Pelotas tem seu "Dia do Samba"

Pelotas tem seu "Dia do Samba"

A partir desse ano, a cidade gaúcha - Pelotas - passará a comemorar o "D...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper