Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

20 de novembro, o ‘Dia da Consciência Negra’

Publicado em A Voz do Samba
Segunda, 20 Novembro 2017 07:31

A voz do samba é a voz do negro

Por Wander Timbalada

A voz do samba é a voz do negro, que veio de além-mar, trazido para a nossa terra sofrendo muito para aqui chegar, vieram bantos, sudaneses, angolanos, ashantis e males, que após chegarem aqui no Brasil, nos presentearam com uma maravilhosa força cultural e espiritual chamada axé, que é a energia de vencer, de viver, de se doar e de sonhar. O axé, que veio com o negro, foi preciso se transformar e se adaptar às várias realidades desse novo lugar, para essa herança sobreviver e se perpetuar. Com a ajuda dos índios, que aqui estavam, tudo isso consegue se manter vivo e se inicia uma linda “mistura cultural” com um brilho de uma rica essência sem igual.

Foi importantíssimo esse encontro dessas duas raças, pois se tornaram as mais fortes culturas no nosso país. Mas foi realmente difícil e complicado, haja vista que o negro a todo momento era reprimido e perseguido em todos os aspectos, daí surge um acontecimento que selou de vez a nossa homogeneidade de crenças e credos: o “sincretismo religioso”, que é nada mais, nada menos, que um momento em que o negro teve que ter sabedoria para não perder a sua essência, vejo como uma fase também da resistência pacífica desses negros contra a imposição dos colonizadores e daí surge uma única doutrina dessa mistura de uma ou mais crenças religiosas.

f2

 

O tempo vai passando e com muito sacrifício vai se dando seguimento a essa herança deixada por alguns dos nossos ancestrais, que na Casa Grande, nos quilombos e quilombolas, fizeram esse canto ecoar e assim surge o candomblé no Brasil que é o culto africano que se tornou afro-brasileiro juntamente esse culto vem outro de princípio ameríndio, que no início do século XX, algumas décadas depois da Abolição da Escravatura no Brasil, originou-se na cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, um culto afro-brasileiro muito importante que é a umbanda. Ela incorpora práticas do candomblé, do catolicismo, do espiritismo, os ensinamentos dos caboclos, pretos velhos e exus “catiços”. É um culto mais brasileiro, mais simples e mais popular, até porque seu idioma é o português e não as línguas ou dialetos africanos. Mas a umbanda também sofreu perseguições. Muitos terreiros foram invadidos pela polícia e os rituais passam a ser secretos outra vez; outra riqueza que os negros nos trouxeram foi o samba, que através dessa maravilhosa negra, a Hilária Batista de Almeida, conhecida como Tia Ciata (1854-1924). Ela era cozinheira e mãe de santo brasileira, considerada por muitos como uma das figuras mais influentes para o surgimento do samba carioca.

f3

Foi iniciada no candomblé, em Salvador, por Bangboshê Obitikô, era filha de Oxum. No Rio de Janeiro era yakekerê na casa de João Alabá. Também ficou marcada como uma das principais animadoras da cultura negra nas nascentes das favelas cariocas. Ela era dona de uma casa onde se reuniam sambistas e onde foi criado “Pelo telefone”, o primeiro samba gravado por Donga e Mauro de Almeida, na voz do cantor baiano, nascido também em Santo Amaro da Purificação.    

f4

Sabe-se que outras grandes mulheres negras tiveram também uma grande parcela de contribuição para a formação das nossas raízes da cultura negra, do nosso samba e também para a imagem da figura chamada “baiana”, são elas: Mãe Aninha Bangboshê e Oba Saniá que foram as fundadoras da primeira casa de candomblé do Rio de janeiro, em 1886.  

Bem, é preciso conhecer o passado, para entender o presente e tentar mudar o futuro. Por essa ocasião, peço reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e de tudo que vem passando ao longo dos anos para chegar aos dias de hoje. Infelizmente reprimido e discriminado, provando que ainda é necessário mudar a nossa situação enquanto seres humanos e algumas datas fazem história para todos os negros brasileiros, e a que eu quero lembrar com orgulho e homenagear é justamente a data de 20 de novembro de 1695, quando aconteceu a morte de Zumbi dos Palmares, um dos maiores líderes negros existentes no mundo, data que coincidentemente passa a ser comemorada, a partir do ano de 2003, como o Dia da Consciência Negra em homenagem a esse herói brasileiro, que sucumbiu após anos defendendo o Quilombo de Palmares de expedições que pretendiam escravizar os negros fugitivos.

f5

Outro marco da nossa negritude foi a Abolição da Escravatura, o acontecimento histórico mais importante do Brasil após a Proclamação da Independência, em 1822. No dia 13 de maio de 1888, após seis dias de votações e debates no Congresso, a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea, que decretava a libertação dos escravos no país. Sobre este dia, Machado de Assis escreveu anos depois na coluna “A Semana”, no jornal carioca “Gazeta de Notícias”: “Verdadeiramente, foi o único dia de delírio público que me lembro.

f6

Outra data que devemos lembrar e refletir muito sobre a perseguição das matrizes africanas e intolerância religiosa é o dia 1º de fevereiro de 1912, quando aconteceu a chamada “Quebra de Xangô”, que completou 105 anos. Os barracões foram invadidos e quebrados covardemente por pessoas ligadas e esse movimento político e preconceituoso de uma a oposição política, que aconteceu na cidade de Maceió, em Alagoas. Foi um movimento com forte viés para afastar o governador Euclides Malta, que estava no seu décimo segundo mandato e era chamado pelo povo de candomblé de “Papa de Xangô”, que apesar de católico fervoroso, era apaixonado pela cultura afro-brasileira e as defendia com unhas e dentes, tido como um grande amigo de Tia Marcelina; essa suposta relação de Euclides Malta com os xangôs denota a mãe de santo Tia Marcelina como sua “feiticeira” protetora.

Tia Marcelina, segundo os historiadores, foi a fundadora do candomblé em Alagoas e a então mais famosa mãe de santo do estado, tida como espécie de mentora espiritual do governador Euclides Malta. De acordo com os relatos, ela teria resistido à invasão de seu terreiro e recebido golpes de sabre – espécie de espada – enquanto lutava contra o ataque. A líder negra não resistiu e morreu meses depois.

E hoje, 20 de novembro de 2017, fica o nosso compromisso de nos unirmos para mais um combate à perseguição ao negro, que não cessa, pois estamos sofrendo com mais uma guerra de intolerância religiosa que podemos denominar como “As garras da intolerância” que a cada dia está dizimando com a nossa cultura afrodescendente de uma forma covarde e perversa, portanto hoje é o Dia da Consciência Negra, e teremos que ser a figura viva de Zumbi de Palmares para virar essa mesa nos fortalecendo contra essa força monstruosa. À nossa Mãe África nós agradecemos e pedimos a bênção pelo dia de hoje e sempre. Viva, o samba! Salve, o carnaval! Axé!

 

Fontes:

http:lounge.obviousmag.org/nas palhas do coqueiro/2914/01/a-quebra-de-xango.html

http:www.debatesculturais.com.br/o-samba-carioca-e-suas-origens

https://educacao.uol.com.br/disciplinas/cultura-brasileira/candomble-e-umbanda-religio

https://extra.globo.com/noticias/religiao-e-fe/comissao-de-a-intolerancia-religiosa/quebra-de-xango-100-anos-de-intolerancia-no-brasil-380784.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia

https://pt.wikipedia.org/wiki/lei

    

Última modificação em Quarta, 22 Novembro 2017 15:31

Deixe um comentário

 

 

Entrevistas

Zezinho Martinez: “As escolas juntas seriam muito mais fortes”

Zezinho Martinez: “As...

Por Vander Fructuoso O presidente da Liga das Escolas de Samba...

Marcelinho Emoção explica a venda de 13 alas comerciais na Vila

Marcelinho Emoção explica...

Por Ricardo MaiaFoto: Eduardo Hollanda Nos últimos anos, as escolas...

Ciganerey: do Engenho da Rainha para a Estação Primeira

Ciganerey: do Engenho...

Equipe OBatuque.comFotos: Marcelo Moura O nome de batismo é Paulo...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Blocos

Carnaval pelo Brasil

Pelotas tem seu "Dia do Samba"

Pelotas tem seu "Dia do Samba"

A partir desse ano, a cidade gaúcha - Pelotas - passará a comemorar o "D...

 

icone instagram

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper