Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

O samba como arte de resistência

Publicado em Artigos
Quarta, 18 Outubro 2017 09:49

Por Aloisio Villar

No fim da semana retrasada a Mangueira escolheu seu samba, mais um belíssimo samba da parceria de Lequinho que vem para ser um dos grandes do carnaval. O enredo é maravilhoso, pois toca na ferida da falta de dinheiro para as escolas de samba no carnaval. Só sinto falta dos enredos-protestos quando o bolso do samba não é prejudicado.

Semana passada, foi divulgado que haveria uma alteração na letra em seu refrão e entraria a expressão "Sou universal". Ouve uma gritaria no mundo do samba e a Mangueira se justificou dizendo que partiria "para a briga" direta com a prefeitura. Eu fui contra, muitos foram contra e a Mangueira voltou atrás.

Achei sábia a volta atrás, voltar atrás em uma decisão ou opinião não é sinal de fraqueza, fraqueza é a teimosia apenas por impor sua razão. Eu penso que a maior arma que temos é a ironia e quando lhe desperdiçamos para ir à "briga de mão" nós perdemos. 

Porque a ironia é primazia dos inteligentes, dos talentosos e com certeza em uma briga entre a Mangueira e a prefeitura esses aspectos pertencem ao primeiro. O artista tem essa capacidade de se revoltar, colocar o dedo na ferida de forma lúdica, poética e irônica. Assim foi feita a arte de resistência na ditadura militar. Não é muito mais bonito fazer uma letra como "cálice" para soar como cale-se, ou a letra de "Sabiá" com "vou voltar, sei que ainda vou voltar" que partir para o confronto direto? Nem seria inteligente, até porque o outro lado tinha armas e prisões e não seria artístico.

Partir para o confronto direto seria um erro e daria armas ao inimigo que pode não ter a inteligência artística do samba, mas não é bobo. Ninguém é eleito prefeito de uma megalópole sendo bobo, ninguém faz parte do comando de uma igreja com milhões de seguidores sendo bobo. Tratar o inimigo como bobo é o começo da queda.

Colocar "Sou universal" na letra do samba seria um erro desses. Qualquer pessoa com um mínimo de inteligência saberia que tinha briga ali, ironia, mas era bem provável a prefeitura e a igreja usassem a favor. Se no enredo crítico membros do governo colocaram samba como uma forma de esvaziar a crítica imagine uma letra do samba com "Sou universal"?

Não adianta falar que na letra do samba o "universal" estaria em minúsculo, quando cantamos não existem letras maiúsculas e minúsculas. Provavelmente Crivella, até o carnaval, cantaria esse refrão lhe colocando a favor fora a mídia espontânea de uma das maiores escolas do planeta cantando por mais de uma hora "Sou universal" no maior canal de TV da América Latina.

Pensando nisso, não duvido que tenha tido o dedo da Globo no pedido para voltar atrás.

O importante é que o erro não foi cometido e a escola voltou atrás. Acredito em um grande desfile mangueirense, um possível "Ratos e urubus" do século XXI e não precisa de duplo sentido prejudicando esse momento. A Mangueira promete e essa briga com a prefeitura reserva fortes emoções. Promete mostrar ao mundo inteiro uma força que só nós temos.

Porque não somos universais, somos únicos.

 

E o samba é a nossa arte, nossa resistência 

Twitter - @aloisiovillar

Facebook - Aloisio Villar

Última modificação em Segunda, 30 Outubro 2017 11:40

Deixe um comentário

Enquete

O que achou do novo site?
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
Votos totais:
Primeiro voto:
Último voto:

 

 

Entrevistas

Marcelinho Emoção explica a venda de 13 alas comerciais na Vila

Marcelinho Emoção explica...

Por Ricardo MaiaFoto: Eduardo Hollanda Nos últimos anos, as escolas...

Ciganerey: do Engenho da Rainha para a Estação Primeira

Ciganerey: do Engenho...

Equipe OBatuque.comFotos: Marcelo Moura O nome de batismo é Paulo...

Felipe Lima deixa o Dendê e assume a voz do Amarelinho

Felipe Lima deixa...

Por Daniel DuarteFoto: presidente Marquinhos e Felipe Lima/arquivo pessoal Após...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Carnaval pelo Brasil

 

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper