Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

A má qualidade de vida de sambistas tem deixado órfãos seus fãs cada vez mais cedo

Publicado em Artigos
Quinta, 25 Maio 2017 09:26

Especialistas explicam os efeitos que o álcool, o fumo e entre outras substâncias podem influenciar na saúde dos artistas

Por Flávio Duarte, Marta Almeida e Wellington Lopes
Fotos: arquivo pessoal

 

A morte prematura de grandes nomes do samba tem deixado os aficionados e os próprios sambistas perplexos, levando-os às mais diversas perguntas, sem respostas, por tão precoce fim.

Especulações justificam ou tentam responder a essas indagações, gerando assim uma boataria que passa a rondar o meio. No entanto, especialistas na área de saúde apontam que a vida desregrada, como o uso excessivo de álcool, de drogas, noites maldormidas e uma alimentação desequilibrada são os fatores desencadeantes do problema.

Em 1937, o grande mestre Noel Rosa, um dos maiores sambistas de todos os tempos, nos deixou, aos 26 anos, no auge de sua carreira. Angenor de Oliveira, o Cartola, morreu em 1980, com 72 anos de idade, diagnosticado com câncer na tireoide. Outro artista que deixou o samba enlutado foi João Nogueira, com apenas 58 anos, vítima de um infarto fulminante.

carlinhos2Na década de 80, o grito de guerra de Carlinhos de Pilares marcou o desfile das escolas de samba no Rio de Janeiro. Quem não se lembra do “Alô, Brasil! Alegria geral! Vai começar a festa!”? Em 2003, Carlinhos descobriu um tumor maligno no pulmão direito. Foram dois anos de luta contra a doença. Meses antes de sua morte, passando por dificuldades financeiras, seus amigos organizaram eventos para ajudá-lo, e a Caprichosos de Pilares lhe prestou algumas homenagens, doando parte da renda para custear seu tratamento. Porém, infelizmente, no dia 7 de julho de 2005 o grito de guerra de Carlinhos se calou. O cantor faleceu aos 63 anos. Uma perda irreparável para o mundo do samba!

Outro caso marcante foi a morte brutal de Dermeval Miranda Maciel, o famosíssimo Roberto Ribeiro, que aos 56 anos foi vítima de um atropelamento em Jacarepaguá. Muito se falou à época de que Roberto estava alcoolizado. Seu filho, Alex Ribeiro, em entrevista à nossa equipe desmentiu e explicou o caso:

IMG 20170516 WA0012- Foi em 1996, meu pai estava tomando uma cervejinha com os amigos, numa padaria do outro lado da rua, próximo à nossa casa, no Anil. E por volta de umas 9, 10h (da noite), ele atravessou a rua, no sinal, vindo para casa. Só que ele se lembrou de alguma coisa, então quis voltar. Ele esperou o sinal fechar, havia um carro parado, e algumas pessoas, na época, comentaram que ele fez um sinal como o dedo direcionado aos olhos querendo dizer que estava de olho; olha o sinal... Quando ele foi atravessar, um táxi avançou o sinal e o atropelou. Ele chegou em coma ao hospital Miguel Couto com várias fraturas, falecendo seis dias depois - lamenta.

Na época de sua morte, os noticiários davam conta de que Roberto Ribeiro estava cego, o que também foi desmentido por Alex:

- Em 1986, meu pai descobriu que estava com diabetes leve. Ele passou a usar lente de contato e dormiu com a lente durante alguns dias. Com isso, deu fungo na córnea, e ele perdeu uma das vistas, mas não as duas. Chegou a frequentar a casa do saudoso Gonzaguinha para se recuperar da cirurgia e voltar com a autoestima. Bom, agora fica a saudade. Sou filho único, ele estará sempre no meu coração - desabafa.

Recentemente, o cantor e compositor, Almir de Souza Serra, o Almir Guineto, de 70 anos, faleceu, vítima de complicações renais e diabetes. Almir já vinha se tratando há um ano e meio e não fazia mais shows durante esse período.

O sambista, que foi um dos fundadores do grupo Fundo de Quintal, nasceu e se criou no meio do samba, no Morro do Salgueiro. Vindo de uma família de músicos, o pai, Iraci de Souza Serra, era violonista e integrava o grupo Fina Flor do Samba; sua mãe Nair de Souza, mais conhecida como dona Fia, costureira, compositora e uma das principais figuras do Salgueiro e seu irmão, Francisco de Souza Serra, o Chiquinho, um dos fundadores dos Originais do Samba.

Almir foi diretor de bateria do Salgueiro, campeão do carnaval de 1969. Deu lugar ao irmão, Lourival, o mestre Louro, que por mais de 30 anos foi o comandante dos ritmistas salgueirenses e veio a falecer precocemente vítima de um câncer no estômago.

Almir Guineto foi casado com Regina Caetano por 36 anos, que emocionada, conta como foram esses últimos dias com o marido, da falta que faz e de como ele era uma pessoa generosa. “Foi bem difícil, está sendo bem difícil ficar sem ele... mas faria tudo de novo”, declara.

almirSegundo a mulher do músico, Almir era o grande amor de sua vida. Apaixonado pelo que fazia, o cantor era dedicado em fazer as pessoas sorrirem, amava compor e fazer shows.

O sambista teve uma parada cardíaca, no dia 4 de maio foi reanimado e respirava com ajuda de aparelhos. Ele estava internado desde 3 de fevereiro no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, no Fundão, na Zona Norte do Rio, para o tratamento de uma pneumonia e de complicações provocadas pela diabetes, não resistindo e morrendo na tarde no dia 5 de maio deste ano, às 12h40, em virtude de complicações cardíacas e insuficiência renal. 

Procurada pelo OBatuque.com, dona Regina foi bastante atenciosa, embora afirme não gostar muito de dar entrevistas. “Não tenho essa vaidade. Minha vaidade era amar Almir!”, finaliza.

OBatuque.com procurou alguns especialistas para explicar, do ponto de vista fisiológico, quais os malefícios ao organismo que os sambistas podem adquirir em função da vida boêmia que levam. Para a nutricionista Jaqueline Leal, a vida desregrada voltada para a boemia e uso excessivo de álcool e cigarro traz diversas complicações ao organismo, que num primeiro momento podem não ser muito agravantes, porém no futuro, começam a dar os primeiros sinais.

- Existem vários males relacionados ao uso prolongado de álcool, nicotina e drogas, entre as principais estão doenças como hepatite alcoólica, cirrose, câncer, cardiopatias, infarto, AVC isquêmico, gastrite, úlcera, diabetes, desnutrição, entre outras, podendo resultar em morte súbita. E, mesmo assim, alguns dependentes químicos só buscam tratamento após ser constatado doenças relacionadas ao uso das mesmas. No abuso destas substâncias, algumas consequências são rápidas, como perda de coordenação motora, sonolência, fala arrastada, falhas na memória, e no caso da bebida alcoólica, irritações no estômago e sobrecarga nos rins e fígado ao fazê-los trabalhar mais para conseguir processar a bebida, alertou Jaqueline.

Já o neuroimunofisiologista do exercício, professor na Universidade Estácio de Sá, doutorando na UERJ e coordenador do Grupo de Pesquisa sobre Excesso de Exercício Físico, Thiago Guimarães, advertiu e orientou durante entrevista à jornalista Marta Almeida como ter uma vida saudável.

OBatuque.com - Quais os maiores vilões para a saúde de quem dorme pouco, não tem horários fixos para as refeições, e ainda tem um ritmo acelerado de trabalho?
Thiago Guimarães
- A genética carrega a arma e o ambiente aperta o gatilho. Existem cada vez mais evidências na ciência sugerindo que todo ser humano apresenta pelo menos um gene pronto para desenvolver doenças. Para despertar esses genes basta descuidar de fatores como atividade física, alimentação, sono e estresse mental, por exemplo. Quem dorme pouco, não tem horário fixo para refeições e se encontra em ritmo acelerado no trabalho pode estar prestes a disparar o gatilho da arma contra a própria saúde.

OBatuque.com - Quais os cuidados necessários para ter uma vida de qualidade?
Thiago
- Tudo o que faz bem ao organismo, fisiologicamente, deve estar dentro de um contexto equilibrado. Exercícios físicos, nem pouco nem muito. Dietas extremas, radicais, com inúmeras restrições podem ser tão prejudiciais quanto dietas totalmente irrestritas. O estresse mental ao longo do tempo não deve ser permanente, existem momentos para se sair da zona de conforto. Drogas como o álcool e cafeína, por exemplo, podem produzir efeitos desejáveis no organismo se consumidos moderadamente (prescritos por profissionais de nutrição). Dormir pouco ou mal eventualmente não é o problema, a saúde fica comprometida quando a exceção se torna regra. Controlar os níveis de ansiedade, refletir constantemente sobre a própria resiliência, felicidade e satisfação com a vida são cuidados complementares que também não podem ser esquecidos.

OBatuque.com - Quais os exercícios adequados para quem já tem uma idade mais avançada?
Thiago
- Os exercícios podem variar conforme três possibilidades apresentadas pelo praticante: restrições (provocadas por doenças, por exemplo), nível prévio de aptidão física e objetivos individuais. Se um senhor de 65 anos é assintomático, não apresenta a saúde comprometida, possui experiência prévia com atividades físicas e deseja preservar ou aumentar a massa muscular, talvez a melhor indicação seja a musculação. Por outro lado, se uma pessoa de 60 anos, sedentária há 10 anos, com hipertensão, diabetes mellitus tipo 2 e peso excessivo deseja melhorar a saúde, além da musculação, outras modalidades como o pilates, treinamento funcional, caminhada e yoga podem ser prescritos. Consultar um professor de educação física consciente faz toda a diferença no resultado a longo prazo.

OBatuque.com - Quais os sinais que o organismo apresenta de que algo não está bem?
Thiago
- Um dos propósitos do nosso grupo de pesquisa é justamente investigar sintomas que indiquem a fadiga e exaustão, induzidas tanto por estresse físico como pelo estresse mental. Temos observado que a falta de motivação para realizar tarefas diárias, o comprometimento da libido e função sexual, a vulnerabilidade imunológica (aumento do número de gripes e infecções) e o desenvolvimento de dores no corpo são exemplos de sinais dados pelo organismo de que o limite está próximo ou foi alcançado.

OBatuque.com - Para quem tem o hábito de fumar e beber, ainda que socialmente, existe algum exercício específico?
Thiago
- O primeiro exercício é o da reflexão. Como desejo passar os últimos dias da minha vida? Numa cadeira de rodas, dependendo de outras pessoas para tomar banho e me vestir? O segredo da vida é o equilíbrio, a diferença entre o remédio e o veneno é a dose. Quem estiver disposto a mudar hábitos deve procurar ajuda profissional para traçar uma rotina transitória, que não cause danos e frustrações. A atividade física pode variar muito, dependendo das restrições e características individuais do interessado, nível prévio de aptidão física e objetivos específicos. Uma caminhada leve ao ar livre para ajudar a espairecer e refletir pode ser um ótimo início. Para progredir nos treinamentos, a ajuda profissional é o melhor caminho.  

OBatuque.com - Como prevenir a morte prematura, tratando-se dos artistas de samba?
Thiago
- “Quem falha em planejar, está planejando falhar” (Lair Ribeiro). Se o sambista planejar apenas a agenda e esquecer completamente dos hábitos essenciais à saúde, a morte prematura não será um caso isolado de azar.

Mudança de hábitos é o segredo para uma vida com qualidade. Não basta chegar ao topo, o ideal é passar por ele, fazendo o que mais gostam, encantar multidões, e corresponder ao amor que recebem do público, e da legião de fãs que esses gênios da música brasileira conquistaram.

Última modificação em Quinta, 25 Maio 2017 09:26

Deixe um comentário

Enquete

O que achou do novo site?
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
Votos totais:
Primeiro voto:
Último voto:

 

 

Entrevistas

Marcelinho Emoção explica a venda de 13 alas comerciais na Vila

Marcelinho Emoção explica...

Por Ricardo MaiaFoto: Eduardo Hollanda Nos últimos anos, as escolas...

Ciganerey: do Engenho da Rainha para a Estação Primeira

Ciganerey: do Engenho...

Equipe OBatuque.comFotos: Marcelo Moura O nome de batismo é Paulo...

Felipe Lima deixa o Dendê e assume a voz do Amarelinho

Felipe Lima deixa...

Por Daniel DuarteFoto: presidente Marquinhos e Felipe Lima/arquivo pessoal Após...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Carnaval pelo Brasil

 

Book OBatuque

Extras

fotos

JoomShaper