Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

Setenta cidades cancelam o carnaval por falta de verba, diz revista

Publicado em Grupo Especial

A revista "IstoÉ on-line" publicou no início desta semana uma reportagem falando do cancelamento do carnaval em cerca de 70 cidades pelo Brasil, em decorrência da falta de recursos para investir em segurança e na alegria dos foliões.

No Vale da Paraíba, na cidade de São Luiz do Paraitinga, o carnaval costuma atrair milhares de jovens todos os anos. No entanto, este ano, a prefeita Ana Lúcia Bilard Sicherle (PSDB) disse que não há recursos nem orçamento para fazer a festa dos foliões. O mesmo aconteceu com as cidades de Nova Lima, Poços de Caldas, Ouro Branco e Patos de Minas.

No Rio de Janeiro, de acordo com a presidente da Sebastina, Rita Fernandes, 55 blocos não desfilarão por falta de patrocínio, e as escolas de samba perderam 40% da receita, conforme dados apresentados pelo presidente da Liga Independentes das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), Jorge Castanheira. É caso da Mocidade Independente de Padre Miguel e União da Ilha, que acabaram com os ensaios-shows.

Para o presidente da escola insulana, Ney Filardi, os ensaios não têm dado retorno, haja vista o alto custo para manter a quadra aberta: “Entendo a forte crise financeira que assola o país. Não posso mais conviver com esse tipo de situação: abrir a quadra, o que não é barato, e não vê-la cheia”.

Apesar da crise, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio (ABIH-RJ) está otimista com as reservas realizadas pela rede hoteleira. Sessenta por cento delas já foram assegurados pelos turistas. Com o dólar em alta, e o real em baixa, o interesse dos estrangeiros pela festa de Momo e o desfile das escolas de samba aumentou, tanto que, segundo o presidente da Liesa, 80% dos camarotes da Marquês de Sapucaí já foram vendidos.

Por outro lado, um dos maiores nomes do carnaval carioca, o ex-carnavalesco do Salgueiro Fernando Pamplona, morto em 2013, acostumado a conviver com a crise, se utilizava de uma frase para fomentar a criatividade de seus discípulos que trabalhavam com o carnaval: “Tira da cabeça o que do bolso não dá”. Se os foliões e os artistas que atuam no maior espetáculo da Terra utilizarem a cabeça como sugeria o mestre, a crise vai passar bem longe, pelo menos durante os quatro dias de folia.

Deixe um comentário

Enquete

O que achou do novo site?
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
Votos totais:
Primeiro voto:
Último voto:

 

 

Entrevistas

Felipe Lima deixa o Dendê e assume a voz do Amarelinho

Felipe Lima deixa...

Por Daniel DuarteFoto: presidente Marquinhos e Felipe Lima/arquivo pessoal Após...

Marcus Vinícius desabafa: “A Alegria da Zona Sul merece respeito”

Marcus Vinícius desabafa:...

Por Wellington Lopes Foto: arquivo pessoal/por Val DiOlyvera Após a...

Lá vem a Pioneira sob a batuta do mestre China

Lá vem a...

Por Wellington LopesFoto: Alexandre Lourenço Ele nasceu José Roberto Monteiro Bitar,...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Blocos

Carnaval pelo Brasil

 

Extras

fotos

propaganda yes

JoomShaper