Wip lojas

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

http://templatesjoomla.com.br/
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

E agora? A Beija-Flor se oferece para mudar os desfiles

Publicado em Artigos
Sexta, 27 Janeiro 2017 02:41

Por Ricardo Maia

 

A Deusa da Passarela deu entrada na Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) com o pedido de autorização para desfilar de forma diferente este ano. No seu desfile não terão alas separadas como de costume. Entre cada carro haverá cerca de 300 a 400 componentes vestidos de índios, porém misturados quanto ao figurino.

A ideia, meio louca, me remete aos tempos de blocos e das grandes sociedades. Onde componentes muito alegres brincavam o carnaval soltos e descontraídos. Acredito que essa é a proposta principal da escola, que fala em tornar o desfile menos monótono

Não acredito que isso tornará o desfile mais interessante, mas indiscutivelmente, dependendo do resultado na avenida, poderá se transformar numa tendência. Assim como o casal, logo atrás da comissão de frente, a Beija está lançando mais uma moda.

O reconhecido trabalho da comissão da azul e branco não me permite esperar um desfile de mesmices. Espero, sim, um desfile alegre com uma palheta de cores respeitada e bem-distribuída. Apesar das diferenças de figurinos, as cores e os materiais predominantes das fantasias podem ser repetidos e variados em suas nuances, permitindo assim uma belo efeito visual, com uma perfeita distribuição de cores entre os setores. Com toda certeza não teremos um grande bloco.

As dificuldades maiores que vejo diante do modelo de desfile programado focam diretamente na harmonia da escola. Apesar de ser uma das melhores equipes de harmonia do carnaval, percebo pontos que terão que ser totalmente repensados.

Primeira questão que me vem à cabeça: como será feito a compactação desses setores impedindo que abram clarões no meio do grupo? Alas pequenas dividas em grupo de cem pessoas facilitam esse trabalho da harmonia. Falando nisso, onde estarão os harmonias de ala? Normalmente, na cabeça de cada ala, temos dois: harmonias ou presidentes de alas. Onde estarão posicionados essas pessoas?

Os componentes, de uma forma geral, têm a tendência de se dirigir para a frente da ala. Isso poderá ser um novo problema em um espaço tão grande. No entanto, poderá ser resolvido colocando cada componente em sua posição e prendê-lo ali até o fim do desfile. Mas assim estaríamos jogando toda a proposta do desfile solto e alegre por água abaixo. E ainda, caso por algum motivo a escola tiver que parar na avenida, esse se tornará um grande problema.

Como se comportarão os jurados, mais do que acostumados a se preocuparem com uma ala entrando na outra, ou se está acontecendo o “efeito sanfona” entre elas? Como será analisado sem esse problema comum para julgar?

Vamos prestar atenção também por onde sairá a bateria. Temos assistido a todos os anos, em todas as escolas, que a direção de harmonia para uma ala e entra com a bateria, entretanto, se não haverá ala? Com toda certeza, a Beija-Flor já tem a solução. Só precisamos ficar atentos para aplaudir a mais um show da escola.

Claro que vocês estarão pensando que já viram esse modelo de desfile em pequenos setores de diversas escolas. Realmente não enxergo essa Ideia como nova, em "Ratos e Urubus" já vimos Joãozinho Trinta misturando vários figurinos e colocando diversos mendigos para desfilarem juntos. Um verdadeiro show! Assistimos também à Vila Isabel, no seu famoso bonde com o Zé Pereira, arrastando multidões. Diversas escolas têm apresentado esse efeito em várias alas, normalmente com êxito.

Porém, tenho observado que normalmente essas alas apresentam figurinos pequenos e se destacam pela euforia e alegria de seus componentes. Em algumas agremiações, como Império Serrano e Caprichosos, já tivemos alas quase especializadas nesse tipo de desfile. Claro que isso não poderá acontecer na escola inteira, sem comprometer o efeito visual do desfile. Visto por esse ângulo, precisamos estar atentos à forma de que o excelente chão da Beija-Flor nos surpreenderá.

Confesso que a Deusa da Passarela é a escola que estou esperando para assistir.

Última modificação em Domingo, 29 Janeiro 2017 12:15

Deixe um comentário

Enquete

O que achou do novo site?
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
  • Votos: 0%
Votos totais:
Primeiro voto:
Último voto:

 

 

Entrevistas

Felipe Lima deixa o Dendê e assume a voz do Amarelinho

Felipe Lima deixa...

Por Daniel DuarteFoto: presidente Marquinhos e Felipe Lima/arquivo pessoal Após...

Marcus Vinícius desabafa: “A Alegria da Zona Sul merece respeito”

Marcus Vinícius desabafa:...

Por Wellington Lopes Foto: arquivo pessoal/por Val DiOlyvera Após a...

Lá vem a Pioneira sob a batuta do mestre China

Lá vem a...

Por Wellington LopesFoto: Alexandre Lourenço Ele nasceu José Roberto Monteiro Bitar,...

Escolas Mirins

Samba de Raiz

Pagode

Grupo Pixote na quadra da Estácio de Sá

Grupo Pixote na quadra da Estácio de Sá

O pagode vai rolar solto no Berço do Samba. Dia 27 de maio, sábado, a partir d...

Blocos

Carnaval pelo Brasil

Manacapuru e o festival de cirandas

Manacapuru e o festival de cirandas

Por Ricardo Maia A diversidade cultural do brasileiro encanta e surpreende cada vez mais. A cerc...

 

Extras

fotos

propaganda yes

JoomShaper